Parceria entre Senar-MT e Fetagri é fortalecida




A parceria entre trabalhadores e pequenos produtores rurais com o ServiçoNacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) foi reforçada natarde desta terça-feira (23.06) com a participação do presidente do SistemaFamato/Senar, Rui Prado, no Seminário Estadual de Formação de LiderançasSindicais e Associativas. Promovido pela Federação de Trabalhadores naAgricultura de Mato Grosso (Fetagri-MT), o evento reuniu presidentes desindicatos dos trabalhadores de todo o Estado para debater a importância doassociativismo. O papel do Senar-MT foi um dos temas principais do encontro.

"Essa divisão entre pequeno, médio e grande, não fomos nós que criamos. Oque vejo aqui são todos juntos, em uma luta conjunta, independente dotamanho, para sermos reconhecidos como produtores de alimentos de MatoGrosso, capazes de gerar renda e desenvolvimento", destacou Prado durantesua explanação sobre as parcerias estabelecidas entre o Senar-MT e aFetagri.

O presidente do Sistema Famato/Senar lembrou a união prática das duasentidades por meio de projetos estabelecidos junto ao Conselho Consultivodo Senar-MT. Ele também reforçou o empenho para construção do centro decapacitação da Fetagri, para o qual já existem recursos na ordem de R$ 5milhões alocados, a partir da definição do terreno onde será erguido oprédio. Existe a possibilidade de o governo do Estado doar uma área na
região do Centro Político Administrativo, e Prado assegurou que vai seesforçar para que isso se concretize.

"Um prédio é algo muito importante. Porém, mais importante ainda é ofortalecimento da parceria para capacitar e qualificar pessoas. Mato Grossojá é um estado que está na vanguarda da produção agropecuária deste país,mas não adianta ter título se não houver gente com conhecimento para gerarrentabilidade neste negócio", destacou.

Rui aproveitou para lembrar aos presidentes de sindicatos de trabalhadorespresentes no evento que procurem os Sindicatos Rurais de seus municípiospara requisitarem e levarem cursos de capacitação do Senar-MT até lá. "Até2020, precisaremos de 1 milhão de pessoas qualificadas para o setor. Jáqualificamos cerca de 600 mil. Ou seja, ainda temos o desafio de qualificar400 mil pessoas".

Após os compromissos firmados pelo presidente, a analista de projetos doSenar-MT, Daniela Figueiredo, fez uma apresentação sobre o trabalhorealizado pela entidade no Estado.

"Nós temos muito a agradecer à atuação da Famato e do Senar-MT em nossacidade. Depois do anúncio da construção do centro de capacitação, como estáampliando a parceira com os produtores e trabalhadores rurais de lá. Queroreconhecer isso de público", declarou a presidente do Sindicato dosTrabalhadores Rurais de Alto Araguaia, Marleide Vieira. Um centro avançadode capacitação do Senar-MT será construído na cidade, conforme autorizaçãoanunciada pelo diretor da Famato, Rogério Romanini, no mês passado.