Palmeiras quer evitar desequilíbrio em campo

em partida de futebol para anões, argentina derrota peru

Os jogadores do Palmeiras dizem que conversarão entre eles nos próximos dias para tentar reencontrar a tranquilidade. Apesar da vitória contra o Sampaio Corrêa por 5 a 1 pela Copa do Brasil, o grupo se perdeu no primeiro tempo depois de sofrer o gol.

Contra os reservas do Atlético-MG no último sábado, pelo Brasileirão, os jogadores também bateram cabeça depois de ficar atrás do marcador.

“Realmente o time está dessincronizado”, afirmou o goleiro Fernando Prass à Rádio Bandeirantes. “Não equilibramos a subida para o ataque, para evitar esses contra-ataques. Foi assim contra o Atlético-MG e hoje contra o Sampaio no primeiro tempo”.

O lateral-direito Lucas também cobrou mais atenção e pediu conversa entre os jogadores. “Tivemos erros que não podem ser repetidos no Brasileirão. Tomamos um gol e nos precipitamos. Serve de lição. Vamos conversar e tirar o aprendizado dessa vitória”.

O técnico Oswaldo de Oliveira teve de colocar o meia Robinho no segundo tempo para mudar a cara da partida. Todos os cinco gols do Palmeiras contra o Sampaio foram na etapa final. “Temos de procurar fazer as coisas da melhor maneira. Muitas vezes a gente se prepara, treina bastante, mas infelizmente não ocorre o que queremos”, afirmou o treinador.

O Palmeiras volta a jogar neste domingo, em Santa Catarina, às 18h30, contra o Joinville, pela segunda rodada do Brasileirão.