Países africanos conhecem experiência brasileira em abastecimento e apoio à agricultura familiar

países africanos conhecem experiência brasileira em abastecimento e apoio à agricultura familiar

Representantes dos governos da Costa do Marfim e da Etiópia estão em Brasília esta semana,para buscar informações sobre o funcionamento dosprogramas de compras institucionais, executados pelo governo brasileiro com suporte da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Nesta quinta-feira (14), a Companhia se reuniu com uma comitiva da Costa do Marfim na representação do Programa Mundial de Alimentos em Brasília, para apresentar o principal instrumento de apoio à comercialização da produção da agricultura familiar: o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O PAA visa garantir renda ao pequeno agricultor por meio da compra de sua produção, por preços de referência compatíveis aos praticados nos mercados regionais. Os alimentos adquiridos são destinados ao abastecimento da rede sócio assistencial e também dos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional, como restaurantes populares e cozinhas comunitárias.

Amanhã (15), técnicos da Conab se encontram com uma delegação da Etiópia para apresentar as políticas agrícolas e de abastecimento executadas pela Companhia. Uma importante ferramenta utilizada para impulsionar a agricultura e regularizar o abastecimento alimentar no país é a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), que permite diminuir oscilações na renda dos produtores rurais e assegurar uma remuneração mínima. A Política também atua como balizadora da oferta de alimentos, incentivando ou desestimulando a produção e garantindo a regularidade do abastecimento nacional.