Pai distrai filha de três anos enquanto cidade é bombardeada na Síria

O homem disse à filha que as bombas eram como fogos de artifício e ela ri a cada explosão

Foto: Reprodução/Twitter



Um pai tentou aliviar a angústia da filha durante um bombardeio na cidade de Idlib, cidade localizada no noroeste da Síria, cerca de 60 quilômetros de Aleppo, fazendo a criança rir durante as explosões. Abdullah Mohammad filmou ele com a menina de três anos em formato de selfie enquanto é possível ouvir as bombas caírem ao fundo.

Veja o vídeo:

Mohammed disse à sua filha que as bombas eram como fogos de artifício e que não havia nada a temer, segundo a rede NBC. Logo que os estouros são ouvidos, a pequena cai na gargalhada.

Guerra na Síria

A situação na Síria preocupa a Organização das Nações Unidas (ONU), que afirmou que 900 mil pessoas já fugiram da região de Damasco, também no noroeeste do país e cerca de 300 quilômetros.

O governo sírio está em constante ataque na região onde o homem gravou o vídeo para tentar acabar com o último grande reduto jihadista e rebelde.

A Guerra na Síria começou em 2011, dentro do contexto da Primavera Árabe quando houve uma série de protestos contra o governo de Bashar al-Assad, o conflito ainda não acabou e as estimativas de mortos chegam a quase 400 mil.

Cenas marcantes

Em dezembro de 2019, a imagem de uma menina síria, de 9 anos, sendo resgatada dos escombros de um edifício depois de um ataque aéreo no noroeste da Síria.

O vídeo da operação de resgate foi divulgado pelos voluntários do grupo “The White Helmets” (Capacetes Brancos, em português). No bombardeio, 16 pessoas morreram ao total – 5 eram crianças.