Pacientes avaliam como excelentes hospitais federais

pacientes avaliam como excelentes hospitais federais

Pacientes internados em seis hospitais federais no Rio de Janeiro avaliaram os serviços prestados como excelentes. A pesquisa semestral da ouvidoria do Ministério da Saúde aferiu a nota de 9,6 para as unidades.

Ao todo, 764 pessoas foram entrevistadas a partir de uma nova abordagem, mais detalhada, sobre o atendimento prestado pelos profissionais de saúde e sobre a qualidade dos serviços oferecidos, da infraestrutura e da alimentação.

O setor de admissão de pacientes, a equipe médica e o serviço social receberam as melhores médias de satisfação.

Atendimentos

Os seis hospitais realizaram 26.688 internações no primeiro semestre, 5% a mais do que no mesmo período do ano passado. Houve ainda 400,3 mil consultas ambulatoriais e 57,4 mil atendimentos de emergência, o que corresponde a uma ampliação de 8% em comparação a 2016.

Foram 23,6 mil cirurgias, um aumento de 6% em relação a igual período do ano anterior. A fila cirúrgica da rede foi reduzida à metade, de 16.924 para 8.465 cirurgias.

Com a reorganização e a otimização dos serviços, leitos, recursos humanos, insumos, medicamentos e recursos financeiros, a meta é ampliar em 20% o atendimento em oncologia, cardiologia e ortopedia – as áreas hoje mais demandadas pela população que procura a rede do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro.