Operação cumpre buscas contra organização criminosa e apreende quase R$ 80 mil com suspeitos em Campo Verde

Polícia Civil-MT

Polícia Civil-MT

Foto: Polícia Civil-MT

Operação cumpre buscas contra organização criminosa e apreende quase R$ 80 mil com suspeitos em Campo Verde

A investigação apura o crime de tortura ocorrido na cidade por determinação do líder de uma facção criminosa

A Delegacia da Polícia Civil de Campo Verde deflagrou na manhã desta segunda-feira (26.02) a Operação Novo Líder com o cumprimento de quatro mandados de buscas, que resultaram na apreensão de R$ 80 mil e dois suspeitos detidos em flagrante.

A investigação apura o crime de tortura ocorrido na cidade por determinação do líder de uma facção criminosa. Durante as diligências investigativas, a Polícia Civil apurou produtos oriundos de atividades criminosas estavam em esconderijos utilizados pelos investigados.

Nos endereços alvos das buscas, os policiais civis, com apoio da Polícia Militar, localizaram porções de entorpecentes e quase 80 mil reais, a maioria em notas miúdas.



Um suspeito, de 22 anos, foi detido em flagrante por tráfico de drogas. Na residência foram apreendidas 52 pedras de pasta base, 18 porções de cocaína, maconha, balanças de precisão e dinheiro em notas miúdas.

Em outro endereço, no Loteamento São Miguel, um homem de 34 anos foi detido pelo crime de lavagem de capitais. Na casa foram localizados R$ 75 mil em espécie.


Em buscas em um dos quartos da casa, que a proprietária alegou ser usado apenas para guardar entulhos, foi localizado parte do dinheiro e a mulher disse não saber a origem.

Com auxílio de um cão farejador do Batalhão de Operações Especiais, foi feita busca no quarto da dona casa, onde o animal deu sinal de ter encontrado entorpecentes e os policiais localizaram a maior parte do dinheiro apreendido. O cão treinado para farejar drogas, tendo distinguido o cheiro de entorpecente impregnado nas notas.


O delegado de Campo Verde, Philipe de Paula Pinho, explicou que a Operação Novo Líder é um esforço significativo para combater o crime em nossa cidade. “A apreensão de quase R$ 80 mil, com a detenção de dois suspeitos, é um testemunho do trabalho dedicado de nossos policiais. Estamos atentos aos crimes de tortura que estão sendo investigados e comprometidos em levar os responsáveis à justiça”, destacou.

Philipe Pinho enfatizou que a colaboração entre a Polícia Civil e a Polícia Militar é fundamental para o sucesso de nossas operações. “Continuaremos a usar todos os recursos disponíveis para garantir a segurança e a paz em Campo Verde”.

+ Acessados

Veja Também