Obras do Parque Encontro das Águas avançam e espaço começa a ganhar identidade própria

Obras do Parque Encontro das Águas avançam e espaço começa a ganhar identidade própria
Foto: Wheverton Barros

As obras do Parque Encontro das Águas “Lamartine da Nóbrega” estão avançando e vai ganhando forma, esboçando identidade e mudando a paisagem do terreno de 50 mil metros quadrados, no final da avenida Getúlio Vargas, às margens do Rio Vermelho com o Ribeirão Arareau. Localizado na região da Vila Aurora, o   espaço será uma nova atração turística e opção de lazer e prática de atividades físicas para toda a população rondonopolitana.

“A obra está avançando em um bom ritmo, devemos entregá-lo para a população dentro do cronograma previsto, que é de 12 meses”, disse o secretário municipal de Habitação e Urbanismo, Paulo José, acrescentando que o Parque Encontro das Águas está sendo construído por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Rondonópolis, o Juizado Volante Ambiental (Juvam) e o Ministério Público, com recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente e contrapartida do município.

Ele conta que, depois da limpeza e organização do canteiro de obras, a empresa contratada está “levantando” a praça de alimentação e executa a terraplanagem do campo de futebol e quadras poliesportivas. “Já começaram também a fazer a pista de caminhada e a ciclovia”, informou Paulo José.

Orçado em quase R$ 4 milhões, o projeto conta com campo de futebol, quadras poliesportivas, pista de skate, playground, estacionamento, banheiros, postes de iluminação com lâmpadas de LED, fontes de jatos d’água, espaço para apresentações culturais com arquibancada, pista de skate, espelho d’água e ponte de integração entre o novo parque e o Parque das Águas, na região do Cais e é bastante utilizado pela população atualmente.

Paulo José Correia explica que a iniciativa de construção do Parque Encontro das Águas Lamartine da Nóbrega faz parte do pacote de medidas adotadas pela administração municipal com o objetivo de promover o embelezamento da cidade e proporcionar espaços de lazer, contemplação ambiental e esportes para a população de Rondonópolis, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de todos.

Acrescenta, ainda, que o projeto do novo parque contempla dois espaços, com concepções diferentes. Com a primeira parte tendo o ambiente voltado ao esporte e o lazer. Já a outra será trabalhada com o objetivo de provocar nas pessoas o desejo de integração ao ecossistema e contará com uma pista de caminhada, construída para proporcionar a contemplação da reserva natural que há na Área de Preservação Permanente (APP), onde se constituirá o Parque Encontro das Águas.

Novos espaços

Dentro do plano de criar novos espaços coletivos de recreação, além do Parque Encontro das Águas Lamartine da Nóbrega, o Município está trabalhando também na construção, por meios de convênios com o governo federal, dos Parques do Escondidinho e Mangueiras (localizados no Pedra 90 e Jardim Primavera, respectivamente), bem como doParque Natural Municipal de Rondonópolis, localizado na Vila Goulart, dentro de uma área de 146 hectares, que margeia o Rio Vermelho.

O Parque Natural Municipal de Rondonópolis será um dos maiores parques urbanos do país. A Prefeitura já abriu o processo licitatório. A escolha e contratação de empresa, que irá executar as obras de construção dos equipamentos de lazer do parque, ocorrerá no dia 22 de agosto, às 9h, no Palácio da Cidadania, na Sala de Licitações. O montante de R$ 6.938.261,50, que serão investidos na obra de construção dos equipamentos de lazer do Parque Natural Municipal de Rondonópolis, são oriundos do acordo de compensação ambiental firmado com o município, com intermédio do Ministério Público Estadual (MPE) e Poder Judiciário, pela empresa responsável pela construção do Terminal Ferroviário de Rondonópolis.