Obras de revitalização asfáltica na Vila Operária seguem em ritmo acelerado e devem ser concluídas bem antes do prazo

Foto: Cleomar Pilar

Desde que foram retomados, os trabalhos de revitalização asfáltica e recapeamento com microrrevestimento das vias públicas da região da Vila Operária, seguem em ritmo acelerado, e segundo informações da SINFRA e da construtora responsável pela execução; a obra, deverá ser concluída bem antes do prazo.

A obra que terá um custo de R$ 4.603.557,26, está sendo executada com recursos próprios do município, e vai beneficiar mais de 30 mil moradores de vários bairros da região da grande Vila Operária. Segundo informações, da Secretaria Municipal de Infraestrutura – SINFRA, as ruas vão receber 380.772,64 metros quadrados de microrrevestimento.

Conforme o fiscal de contratos da SINFRA, engenheiro civil, Fernando Vilela Franco Neto, os serviços estão sendo executados a pleno vapor, com a empresa contratada trabalhando inclusive, nos finais de semana. Segundo as últimas medições, mais de 75% dos trabalhos já estão concluídos, e a previsão é de que até o final de fevereiro/início do mês de março os trabalhos dessa primeira etapa deverão estar concluídos.




ADITIVO I

Ainda segundo o engenheiro Fernando, logo após o término dessa etapa de revitalização dos bairros da Vila Operária, devem ser imediatamente iniciadas as obras correspondentes ao “Aditivo Micro I”; que é a continuidade do programa de revitalização asfáltica na região; e que deverá beneficiar diversas ruas dos bairros: Residencial Itapuã, Vila Iracy e Residencial Lageadinho, com 104.586,01 M2 de pavimento (microrrevestimento). O valor das obras dessa etapa, e que também serão bancadas com recursos próprios do município, está estimado em R$ 1.124.290,56. Já o prazo para execução/conclusão, será de 02 (dois) meses, após o início das mesmas.

Vale destacar, que esses serviços de revitalização asfáltica utilizando a aplicação do microrrevestimento a quente, tem melhor qualidade e durabilidade, pois impermeabiliza e aumenta a vida útil do pavimento, evitando o surgimento de buracos, sobretudo no período de chuvas.

Ainda conforme informações, desde que foi iniciada em setembro de 2019, um total de mais de 75% da obra já foi concluído. Como o cronograma está sendo seguido à risca e em ritmo acelerado, tudo indica que as obras estejam concluídas até o fim do mês de fevereiro, início de março.

Lembrando que o prazo original de oito meses inicialmente estipulado; já que a obra foi iniciada em setembro/2019, e deveria ser concluída até maio, pode ser encurtado em até 60 dias.