Obra da Casa Abrigo para mulheres vítimas de violência entra na fase final em Rondonópolis

Foto: Assessoria

Mulheres vítimas de violência doméstica em Rondonópolis vão contar, em breve, com uma Casa Abrigo destinada a acolhê-las. Toda reformada pela Prefeitura Municipal, que investiu recursos próprios da ordem de R$ 121.634,34, a Casa Abrigo recebe os últimos acabamentos para ser aberta a esse público feminino em situação vulnerável, conforme anuncia o engenheiro fiscal da obra, Fernando Vilela: “Já temos 90% da obra finalizada, que está, agora, sendo pintada e deve ser entregue dentro de 30 dias”.

Com uma área de 199.29 metros quadrados, o imóvel comporta dez ambientes, sendo três banheiros, seis espaços de acolhimento e permanência – que são salas para acomodar as mulheres –, além da cozinha.

Durante os três meses em que durou a obra, segundo Fernando, o ambiente foi totalmente reformado, o que inclui reparo das lajes do forro, revestimento do piso, ampliação de portas de maneira a facilitar a entrada de cadeirantes e substituição das janelas, entre outras melhorias.

Também as instalações elétricas foram trocadas e a parte hidráulica da casa foi renovada com peças de louças e metais, torneiras, vasos sanitários, chuveiros e puxadores novos. O banheiro também ganhou cabine apropriada para pessoas com deficiência, com espaço adequado e barra de apoio.

Calçadas com acessibilidade e projeto paisagístico ainda integram a reforma, que transformou a Casa Abrigo, localizada na Avenida Emanuel Pinheiro, Vila Operária, em um local acolhedor para receber as vítimas de violência doméstica e lhes proporcionar o amparo necessário.