“O G-14 na verdade sempre foi G-12”, diz Investigador Gerson sobre saída de Adonias e Cido Silva

“O G-14 na verdade sempre foi G-12”, diz Investigador Gerson sobre saída de Adonias e Cido Silva

O vereador Gerson Moreira, o Investigador Gerson (MDB), fez um verdadeiro desabafo sobre a situação do G-14, grupo de vereadores que defendem a antecipação das eleições da mesa diretora da Câmara.

Na sessão de ontem, os vereadores rejeitaram o projeto de Lei, de autoria do parlamentar e que tinha o aval do G-14 para a realização das eleições antecipadas para a mesa diretora. A medida, no entanto, não passou. O Grupo teve dez votos dos 14 necessários para aprovação.

Em entrevista à radio 104 FM, durante o programa Bom Dia Cidade, o Investigador Gerson, acusou os vereadores Cido Silva (PSC) e Adonias Fernandes de terem traído o grupo. “O G-14 na verdade sempre foi G-12”, resumiu o parlamentar.

Gerson explicou que o projeto não passou em razão, principalmente, em razão de Adonias  não ter votado a medida e pelo fato de Cido Silva ter votado contra. Fora isso, os vereadores Guinancio e Marisvaldo estavam ausente da sessão.

O emedebista, por outro lado, isentou os dois ausentes e explicou que falta de ambos foi devidamente justificada e que os dois estão no grupo.

No entanto, Gerson não fez questão de disfarçar a mágoa com Adonias. “Ele dizia para mim, que eu não o conhecia e que iria conhecer ele como vereador, pois bem, ele me mostrou quem ele é”, disse o vereador.

Um novo projeto, neste sentido, somente poderá ser apresentado novamente no ano legislativo.

VÍDEO- Circula um vídeo nas redes sociais, aparentemente em um churrasco do G-14, onde Adonias explica aos vereadores, que poderia haver uma reviravolta na Câmara com relação a uma possível disputa. O vereador, na gravação, disse que o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) poderia oferecer a secretaria de Trânsito ao PSDB e com isso atrairia o vereador Guinancio e os demais parlamentares considerados de direita.

Noticias Relacionadas