O Espírito como instrumento de progresso

O Espírito como instrumento de progresso

O Espírito deve ser considerado — em sua Divina Dimensão, na qual o Amor, que é Deus, se mostra — como potente instrumento de progresso.

O Apóstolo dos Gentios, Paulo de Tarso, em sua Carta aos Gálatas, 5:22, 23 e 25, esclarece: “Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, serenidade e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. (…) Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito”. 

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor. 

[email protected] — www.boavontade.com

_______________________________

Serviço – Jesus e a Cidadania do Espírito (Paiva Netto), 400 páginas. À venda nas principais livrarias ou pela www.amazon.com.br.

Noticias Relacionadas