Número de focos de calor em MT aumenta 54% em 2015, diz Inpe

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Mato Grosso teve aumento de 54% no número de focos de calor registrados entre 1º de janeiro e 02 de maio de 2015, segundo dados do satélite referência do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Foram 3.158 focos este ano, contra 2.050 no mesmo período de 2014. Os números colocam o estado no topo do ranking nacional, seguido de Roraima (1.189) e Pará (921). O período proibitivo de queimadas em Mato Grosso deve começar no dia 15 de julho e terminar no dia 15 de setembro.

Os municípios com a maior quantidade de focos de calor nesses primeiros meses do ano são Nova Maringá, Feliz Natal e Nova Ubiratã. Focos de calor são locais cujas temperatura estão acima dos 47°C e não são, necessariamente, considerados focos de fogo ou incêndio.

Em maio, três municípios do estado considerados críticos em relação a ocorrências de queimadas vão receber a capacitação de 75 brigadistas, de acordo com informações da Sema (Secretaria Estadual de Meio Ambiente). As capacitações serão feitas em Nova Ubiratã, Colniza e a Aripuanã – esta última por abrigar a Reserva Extrativista Guariba-Roosevelt, considerada uma das unidades de conservação mais importantes do estado. Os três municípios ficam na região amazônica.




Conforme a Sema, o principal objetivo dos cursos é garantir atendimento às principais unidades de conservação que integram o Fundo Amazônia, como o Parque Estadual Igarapés do Juruena, Estação Ecológica do Rio Roosevelt, Parque Estadual do Tucumã e Estação Ecológica do Rio Madeirinha, Estação Ecológica Rio Ronuro, além da Reserva Roosevelt. É responsabilidade do governo estadual proteger essas áreas de incêndios florestais.

Outra iniciativa que deverá ser tomada pela Sema é o pedido para que as prefeituras e o Ministério Público do Estado (MPE) de cada região façam um ‘protocolo de intenções’, e que os municípios também coloquem em prática ações preventivas com o intuito de reduzir as ocorrências de queimadas.

Comitê do Fogo

As instituições parceiras que integram o Comitê do Fogo estão trabalhando para a finalização do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e Queimadas do Estado de Mato Grosso (PPCDQ/MT) para 2015, que deverá estar pronto na próxima semana. A proposta do governo é intensificar as ações preventivas no início de maio.