Número de carros em recall cresce 188% em 2015 até novembro

número de carros em recall cresce 188% em 2015 até novembro

O número de veículos chamados para recall cresceu 188% em 2015 (até novembro), em comparação com o mesmo período de 2014, segundo levantamento do Procon-SP, divulgado nesta segunda-feira (14).
Em 11 meses, as fabricantes anunciaram 106 campanhas, com um total de 2.783.979 automóveis chamados para conserto no Brasil. No ano passado, que foi recorde, o número até novembro foi de 83 campanhas, com 3 963.802 veículos.
De acordo com o Procon-SP, os sistemas de airbag foram os que apresentaram mais problemas, com 20 campanhas e 1.363.718 veículos afetados.
Os chamados se devem, principalmente, aos airbags defeituosos fornecidos pela empresa japonesaTakata e usados por diversas montadoras.
O caso resultou no maior recall da história, envolvendo diversos países. O airbag com problema pode lançar pedaços metálicos contra o rosto dos ocupantes, ao se abrir, e é relacionado inclusive a mortes nos Estados Unidos.
Ao todo, as montadoras que mais realizaram chamados em 2015, sem contar o volume de cada um, foram a Mercedes-Benz (9), Volkswagen (8), Jeep (6) e Land Rover (6).
Além de carros, o levantamento do Procon-SP contabiliza motocicletas, caminhões e quadriciclos.