Novo Edge chega ‘recheado’ e com preço para brigar com Evoque

ford focus rs é eleito carro do ano 2017 e conquista prêmio de melhor motor nos eua



Depois de um pequeno atraso, a nova geração do Ford Edge começa a ser vendida no Brasil no próximo mês, em versão única superequipada, a partir de R$ 229.900, para rivalizar com Range Rover Evoque, Discovery Sport, Audi Q5 e BMW X3, pelo menos no preço.
Feito sob uma nova plataforma, o SUV da marca americana pode chegar a R$ 239.900, caso o cliente escolha os dois únicos opcionais disponíveis por R$ 5 mil cada: teto solar panorâmico e DVD nos encostos traseiros.
Com o preço quase R$ 100 mil acima da geração anterior, o Edge oferece mais potência e um pacote mais completo do que modelos de luxo com preço similar. Veja quanto custam os rivais:
FordEdge Titanium 2016 – R$ 229.900
Motor: 3.5 V6 de 284 cv
Range Rover Evoque SE – R$ 224.000
Motor: 2.0 turbo de 240 cv
Discovery Sport SE – R$ 217.696
Motor: 2.0 turbo de 240 cv
Audi Q5 Attraction – R$ 231.990
Motor: 2.0 turbo de 225 cv
BMW X3 xDrive20i – R$ 225.950
Motor: 2.0 turbo de 184 cv
Novo Ford Edge 2016 (Foto: Divulgação)
Por fora destacam-se as rodas de 20 polegadas e as lanternas traseiras em LED. Mas o melhor está nos sistemas de assistência ao motorista. O Edge estaciona sozinho, tem piloto automático adaptativo, alerta de colisão e câmera dianteira com visão 180º.
A lista de itens de série ainda conta com ar-condicionado de duas zonas e saída para a traseira, farol alto automático, partida sem chave, bancos dianteiros com ajuste elétrico, aquecimento e refrigeração, sistema multimídia, sensor de luz e de chuva, e abertura do porta-malas com um movimento de perna.
Na parte de segurança, há ainda 8 airbags, cintos de segurança traseiros infláveis, controles eletrônicos de estabilidade, tração e anticapotamento.
No meio de tanta novidade, o conjunto mecânico parou no tempo com o 3.5 V6, de 284 cv, usado também na geração anterior no Brasil. Ele é combinado a transmissão automática de 6 velocidades, com aletas para troca no volante, e tração integral inteligente.
Embora mais potente, o conjunto é menos moderno e eficiente do que os rivais. Nos EUA, o Edge já descartou o 3.5 e é equipado apenas com motores da linha EcoBoost, 2.0 ou 2.7 V6.
A nova geração do Edge apareceu ainda como conceito no Salão do Automóvel de São Paulo em 2014. A versão final começou a ser vendida nos Estados Unidos no começo de 2015 e foi destaque da Ford no Salão de Frankfurt em outubro.
Novo Ford Edge 2016 (Foto: Divulgação)
Novo Ford Edge 2016 (Foto: Divulgação)