Na TV, Miss e Mister Beleza Negra denunciam preconceito racial em Rondonópolis

Mister e Miss dão entrevista a Carlos Vanzeli

O mister e miss beleza negra de Rondonópolis destacaram que o preconceito racial está presente no município, principalmente no que tange o mercado de trabalho. A denúncia foi feita ao vivo no programa SBT Comunidade, exibido pela TV Rondon de Rondonópolis e apresentado por Carlos Vanzeli.

Danilo Oliveira, que tem 29 anos, foi eleito na quarta-feira, mister beleza negra e revelou ao apresentador que teve dificuldades em entrar no mercado de trabalho no passado ,e razão dos cabelos. “Tive que cortar o cabelo para conseguir emprego e no fim fiquei sem emprego e sem cabelo”, disse. Ele ainda destacou que o preconceito é cotidiano.

Danilo explicou que atualmente trabalha como garçom. Ele ainda explicou que ganhou o concurso de beleza por acaso. Danilo disse que foi ao local para “representar” e estava torcendo para outro candidato e foi pego de surpresa com o resultado final .

Ane Karolyne da Silva, de apenas 14 anos, foi vencedora do concurso de miss e na mesma entrevista revelou que sofreu também preconceito. “Algumas pessoas chegaram a dizer que o meu cabelo era para lavar louça”, disse. “Temos que nos aceitar sempre do jeito que nós somos”, completou.