Mutirão de serviços promove melhorias para a comunidade do Residencial João Antônio Fagundes

Picture of Da Assessoria

Da Assessoria

Foto: Wheverton Barros/Gcom

Mutirão de serviços promove melhorias para a comunidade do Residencial João Antônio Fagundes

Compartilhe:

A Prefeitura de Rondonópolis promoveu um mutirão de serviços no Residencial João Antônio Fagundes, entre quarta-feira (8) e domingo (12), com o objetivo de promover melhorias para a comunidade local. Diversas Secretarias e servidores participaram do mutirão, que incluiu atividades como limpeza de meio-fio, limpeza de terrenos, plantio de mudas, instruções para cadastro da castração de animais, vacinação contra leishmaniose, entre outras.  

 Além disso, o Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) colocou à disposição uma caçamba destinada ao descarte de itens inutilizáveis, tais como móveis antigos, estofados e geladeiras, para os moradores que não possuem meios para transportar esses itens até o ecoponto. A Secretaria de Educação também esteve presente, realizando a busca ativa de alunos das modalidades fundamental, infantil e EJA. A Assistência Social também participou, assim como a Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), que realizou uma limpeza completa pelo bairro.  

 A equipe de reciclagem passou de casa em casa dando orientações sobre a coleta seletiva. Vale lembrar que o bairro João Antônio Fagundes já conta com esse serviço.  

Durante o mutirão, o prefeito José Carlos do Pátio pediu ajuda da comunidade para manter a limpeza do bairro e de seus quintais. “Vamos realizar um mutirão forte em toda a cidade para limpar os bairros e combater a leishmaniose e a dengue. Convocamos todas as Secretarias e a Coder para trabalharmos de segunda a domingo, acompanhando essa questão desde a pulverização, limpeza e orientação para a população. Precisamos deixar a cidade mais limpa e peço o apoio da população, que também deve contribuir e ajudar”, disse o prefeito. 

Conforme o gestor, a Prefeitura tem três sistemas para resolver o problema do entulho das pessoas. “Primeiro, temos a coleta seletiva. Segundo, a coleta comum. Terceiro, os ecopontos, onde as pessoas podem levar seus entulhos. É gratuito, mas as pessoas devem levar separado o vidro, a madeira e o papelão”, explicou.  

Na ocasião, Pátio ainda destacou que a Rondonópolis está em desenvolvimento. “Na minha opinião, a cidade avançou em algumas áreas, mas ainda há muito o que melhorar. Um exemplo é a iluminação pública, que melhorou, mas ainda não está ideal. Tenho um projeto este ano para deixar a cidade com pelo menos 90% de LED, e o primeiro bairro que priorizei é o bairro João Antônio Fagundes. Também fiz um compromisso com a comunidade aqui para criar uma área de lazer e já enviei o projeto para licitação. Vamos instalar luzes de LED e criar uma área de lazer, tornando esta região ainda mais bonita e continuaremos trabalhando por toda a cidade”, afirmou o prefeito.  

O presidente do bairro, George Ribeiro, expressou sua gratidão pelo apoio recebido do prefeito. “As pessoas que vivem no bairro João Antônio Fagundes e no entorno são indivíduos trabalhadores que precisam do apoio do poder público. Estamos satisfeitos com os serviços e com a nova área de lazer anunciada pelo prefeito que beneficiará a comunidade, fornecendo um espaço para lazer e esportes, além das crianças que também terão um parquinho para brincar”, externou o presidente.  
No domingo (12), o prefeito se reuniu com secretários na casa do presidente de bairro para despachar documentos e, ao mesmo tempo, avaliar de perto os resultados do mutirão realizado.

APELO À POPULAÇÃO

Ainda durante o mutirão, o prefeito ressaltou a relevância da colaboração da população com as equipes do IBGE. “Na minha administração, acredito que seja ainda mais necessário o apoio da sociedade. Sem a participação ativa dos cidadãos, não posso seguir adiante. O presidente do IBGE do Brasil veio até nós, deixando o Rio de Janeiro, para nos alertar sobre a falta de colaboração da população. É absurdo que uma cidade com potencial para ter 250.000 habitantes, tenha, segundo o IBGE, apenas 220.000 habitantes”, disse Pátio.

Para o gestor, o censo do IBGE é uma ferramenta valiosa para melhorar a receita da cidade, planejar adequadamente, compreender o perfil educacional e socioeconômico da população. “O IBGE nos oferece um diagnóstico preciso da cidade. Portanto, é fundamental destacar a importância da participação da sociedade, tanto na limpeza da cidade, quanto na colaboração com o IBGE. Unidos, podemos deixar nossa cidade ainda mais bela a cada dia”, destacou o prefeito.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp