Musa fitness, Renata Pinheiro relembra drama com anabolizantes: “Quase tive que amputar a perna”

Foto: Lucas Botega / Edu Graboski / Divulgação

Renata Pinheiro exibiu o corpão em ensaio ousado no Rio Grande do Sul, onde mora, e falou sobre a sua rotina de dieta e treino, que a transformou numa musa fitness.

Foto: Lucas Botega / Edu Graboski / Divulgação

Saradíssima, a loira ostentou o abdômen trincado e mostrou seu bumbum de 103cm. Entre um clique e outro, ela deu a receita para manter as curvas em dia e admitiu que já usou anabolizantes.

Foto: Lucas Botega / Edu Graboski / Divulgação

“Eu era muito novinha e via as mulheres usando esses produtos na academia, comecei a fazer igual. Não tinha maturidade e comecei a usar também porque eu queria um corpo musculoso do dia para a noite. Claro que me arrependo. No início os efeitos colaterais eram mais leves. Primeiro notei muita acne na pele só. Mas, anabolizante é meio que viciante, eu aumentava as doses”, conta.

Foto: Lucas Botega / Edu Graboski / Divulgação

De olho em resultados rápidos e no shape dos sonhos, Renata lembra que aplicou por conta própria um produto meio suspeito na perna, que causou uma infecção. Em estado grave, horas depois teve que procurar ajuda médica para drenar o produto e não perder os movimentos da perna.

Foto: Lucas Botega / Edu Graboski / Divulgação

“Minha perna começou a ficar roxa e tive muita dificuldade para andar. Percebi que a coisa era séria. A médica teve que drenar com urgência porque estava necrosando, foi um momento de terror. Quase tive que amputar a perna. Se eu tivesse demorado mais para ir no hospital a consequência seria ainda maior. Hoje sei que muitas apelam para anabolizantes, por isso o alerta”.

Foto: Lucas Botega / Edu Graboski / Divulgação

Hoje, a musa fitness tem consciência que o segredo é treinar todo dia e comer bem para chegar ao shape que considera ideal. Renata recusa fórmulas mágicas e receitas milagrosas e garante que o acompanhamento médico é sempre o melhor caminho.

Foto: Lucas Botega / Edu Graboski / Divulgação

“Eu fazia tudo por beleza”, admite. “Hoje penso muito mais na minha saúde e na minha carreira como atleta e modelo. Sempre oriento as mulheres a procurarem um médico para acompanhar a evolução do shape e uma possível reposição hormonal. Muitas musas estão se arriscando, assim como eu no passado. É sempre bom fazer esse alerta e pensar que tudo tem consequência”.