Municípios do Médio Araguaia estão sem energia há três dias

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Os municípios de General Carneiro, Araguaiana e a área rural de Pontal do Araguaia estão sem energia desde a última terça-feira (10). O “apagão” já causou enormes prejuízos às cidades, que acumulam perdas em vários setores. Os prefeitos estão se mobilizando há dias para solucionar o problema, que ainda não foi resolvido.

A prefeita de General Carneiro, Magali Vilela, está em Cuiabá para agilizar a retomada do serviço. Hoje ela entrou em contato novamente com a Rede Cemat, que informou que está sendo feito um reparo na rede elétrica e não há previsão da restauração da energia na região. “A população está revoltada com essa situação, que atinge milhares de famílias. Já fizemos uma denúncia na Agência Nacional de Energia Elétrica, que não estava sabendo do problema”, afirmou.

Magali disse que foi informada pelo prefeito de Araguaiana, José Marra, que a queima de um transformador causou a interrupção do serviço. A falta de energia também afetou o fornecimento de água, que já está faltando na região, penalizando ainda mais a população.

Além dos transtornos para a comunidade, a falta de energia afeta o setor produtivo, causando prejuízos para os trabalhadores da agricultura familiar. A prefeita estima uma perda de cerca de 30 mil litros de leite para os pequenos produtores dos três municípios, localizados no Médio Araguaia.

A falta de energia também afetou o poder público municipal, que já contabiliza perdas de vacina, merenda escolar, medicamentos, entre outros itens essenciais. O funcionamento de hospitais, escolas e outros serviços de atendimento à população já está comprometido.

A prefeita Magali Vilela disse que vai acionar a Rede Cemat judicialmente para pedir indenização pelos prejuízos acarretados. “A empresa também precisa dar uma satisfação para a população, que está indignada, e cobra uma solução urgente para o problema”, assinalou.