Mulher é mantida presa pela mãe durante 26 anos se alimentando de ração para gato

Isolada desde os 16 anos e sem tomar banho, a casa em que vivia não tinha eletricidade ou água encanada

Foto: Reprodução/KCTAN

Isolada em um casebre sem eletricidade e água encanada com a mãe e vários gatos, essa era a realidade de Nadezhda Bushueva, uma russa de 42 anos, desde os seus 16 anos. Proibida de sair de casa e alimentada apenas com comida de gato, Nadezhda foi resgatada após a mãe ser hospitalizada, segundo o jornal “The Sun”.

Presa há 26 anos, a mulher teria sido mantida isolada para “protegê-la dos perigos do mundo exterior” e foi obrigada a interromper os estudos. Ela teria dito para a mídia local que não tomava banho desde 2006 e que havia se “acostumado” com a situação, motivo por não ter fugido.

A mãe da mulher, Tatyana, foi se isolando cada vez mais com a idade e a situação que a família vivia só foi descoberta pelas autoridades quando a idosa ficou doente. A filha foi obrigada a sair de casa e ir procurar ajuda.

Ela teria confidenciado à polícia que a casa delas estava cheia de ratos e gatos – que, quando morriam, permaneciam no local se decompondo – e as duas mulheres dormiam na mesma cama.

Longe há mais de um quarto de século do convívio social, as autoridades locais acham que a mulher “não tem ideia de como as coisas funcionam no mundo”.