Movimento lojista busca melhor estrutura de atendimento a empresários de Rondonópolis

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Uma sede da Delegacia da Receita Federal para o município polo de Rondonópolis. Esta foi uma das reivindicações protocoladas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso por um grupo da sociedade civil organizada, encabeçado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Rondonópolis, com apoio da Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Mato Grosso (FCDL-MT).

O vice-presidente da FCDL-MT – Região Sul – Neles Walter Ferreira, também presidente da CDL de Rondonópolis acompanhado do 2º vice-presidente da Federação, Nelson Soares, participou de uma reunião, na tarde desta quarta-feira (05.08) no gabinete do deputado estadual Sebastião Rezende, onde o documento foi protocolado.

A CDL Rondonópolis tem liderado um forte movimento em busca de melhorias na estrutura de atendimento dos órgãos governamentais tanto do Estado quanto da União. Rondonópolis possui cerca de 17.500 empresas cadastradas na Prefeitura, tem se destacado na exportação de carne, soja e seus derivados para países da Ásia e Europa e com isso surge a necessidade cada vez maior de ter um aparato governamental para que as operações sejam realizadas no município.

Neles comenta que uma estrutura da Junta Comercial, que também é uma antiga reivindicação, já está em fase de implantação. “Hoje estamos aqui para reivindicar uma Delegacia da Receita Federal para Rondonópolis, pois estamos sofrendo muito, contadores e comerciantes entram na fila às cinco horas da manhã para começar a ser atendido meio dia. Trouxemos dados que mostram que Rondonópolis representa quase 10% da arrecadação do Estado”, destacou o vice-presidente da FCDL-MT da Regional Sul, Neles Walter Farias.

O vice-presidente Nelson Soares também apresentou dados que contribuíram na defesa da instalação da Delegacia da receita Federal em Rondonópolis. “Uma cidade como Rondonópolis, com a força econômica que tem é imprescindível que tenha estrutura para atender as demandas”, destacou.

O deputado Sebastião Rezende, um dos parlamentares de Rondonópolis, que conta com um grande número de representantes políticos, três senadores, deputado federal e deputados estaduais, está liderando a ação para atender a demanda. Rezende acredita que não será difícil por existir municípios no Brasil menores que Rondonópolis e já possuem uma sede da Delegacia da Receita Federal. “Atualmente 19 municípios tem Rondonópolis como polo, é a segunda cidade do Estado em arrecadação e está inviável atender o número de processos, é necessário que ocorra a criação da delegacia”, destacou o parlamentar.

Foi uma reunião que contou com a presença de representantes da CDL, Associação de Contabilistas de Rondonópolis, Conselho Regional de Contabilidade e Contajur.

Além do presidente Neles Farias, pela CDL estiveram em Cuiabá para a reunião na Assembleia Legislativa o diretor Roberto Shimada e o assessor Jurídico Juliano Barboza. Adgar Medeiros da Contajur; Waldemar Akira Koike, do Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRCMT); a delegada-adjunta do CRC em Rondonópolis, Glaucia Kida e os contadores João Fernandes Zuffo e Geanne Fabia Oliveira da Associação dos Contabilistas.