Morre professora condenada por estuprar aluno de 13 anos nos EUA

Caso de 1997 ganhou repercussão mundial quando a professoar se casou com o estudante

Foto: Reprodução/Facebook

Morreu na última segunda-feira (6) uma professora que estuprou um aluno de 13 anos em Seattle, nos Estados Unidos. Mary Kay Letourneau, que tinha 34 anos quando abusou do jovem, passou sete anos presa e foi vítima de um câncer aos 58 anos. As informações são do canal CNN.

O caso é um dos mais conhecidos dos EUA, Mary foi condenada em 1997 e se declarou culpada na época. Em 2005, já liberada da prisão, ela e o estudante vítima dos abusos, Vili Fualaau, se casaram e, ainda na cadeia, ela chegou a dar à luz a primeira filha do casal. Eles tiveram duas filhas durante o relacionamento. Devido a repercussão do caso e sua reviravolta, a cerimônia foi transmitida por um canal de TV.

Quando se envolveu com o aluno, a professora era casada com outro homem, com quem já tinha 4 filhos. Em 2017, sem motivos revelados, eles anunciaram o divórcio, Fualaau foi quem decidiu pelo fim do relacionamento.

Segundo o ex-advogado de Mary, David Gehrke, ela morreu repentinamente em sua casa, no último mês de vida o ex-aluno e ex-marido foi quem cuidou da professora 24 horas por dia.

A história de ‘amor proibido’ entre a professora e o aluno ganhou as páginas de um livro e as telas americanas ao virar um filme devido toda a repercussão mundial.

Foto: Reprodução/Facebook