Miss fitness revela luta contra a vigorexia e lembra crises em hospital: “fui influenciada por famosas”

Picture of Da Assessoria

Da Assessoria

Foto: Divulgação

Miss fitness revela luta contra a vigorexia e lembra crises em hospital: “fui influenciada por famosas”

Compartilhe:

Por onde passa, Wanessa Angell, 35 anos, chama a atenção por seu corpo definido e cheio de curvas. Eleita Miss fitness e Musa do Brasileirão, ela estrelou novo ensaio e revelou nos bastidores a sua luta contra a vigorexia até pouco tempo. Trata-se de um distúrbio que faz com que a pessoa fique sempre insatisfeita com a própria aparência e busque um visual mais sarado.

Foto: Divulgação

Vítima de bullying na adolescência, passou a fazer dietas malucas em busca do corpo perfeito. E se deu mal. Diagnosticada com pancreatite aguda grave foi parar no hospital e quase morreu. Na época, viveu à base de água e soro em quantidades mínimas. O organismo demorou para reagir e ela teve que mudar seus hábitos.

Foto: Divulgação

“Eu fazia tudo que via na internet. Ficava horas sem comer, fazia dieta da sopa, da lua e até do gelo (risos), eram coisas malucas de verdade. Mas eu não tinha a consciência que tenho hoje. Depois usei remédios, inclusive o Ozempic, hormônios e até chás naturais. Gastei muito dinheiro nessa época, joguei mais de R$ 60 mil em ‘coisas milagrosas’. Foi triste. Fui muito influenciada por famosas e influencers. Copiava dietas, usava tudo que elas anunciavam”, lamenta.

Foto: Divulgação

Sempre insatisfeita com o seu corpo, no início Wanessa estava determinada a emagrecer. Chegou a pesar 90kg, quando o ideal era 56kg. Nesse período, desenvolveu bulimia e chegou a ficar esquelética. Perdeu peso e chegou a 46kg. Meses depois, voltou a engordar numa espécie de efeito rebote.

Foto: Divulgação

“Foi então que decidi procurar de fato ajuda médica e fui diagnosticada com vigorexia. Nunca estava feliz com meu corpo, sempre queria mudar radicalmente. E isso não fazia bem. Fui várias vezes para o hospital com mal-estar. Não estava saudável e nem feliz. Eu vivia em guerra com o espelho. Vi a morte de perto”.

Foto: Divulgação

Para se recuperar, Wanessa começou tratamento terapêutico com nutricionista, personal e endocrinologista. Há 7 anos ela deu a volta por cima e está saudável. Foi a sua própria história – e seus dramas – que a fizeram buscar a faculdade de nutrição. Formada com pós-graduação e especialização, hoje ela se dedica a ajudar outras pessoas.

Foto: Divulgação

“Vivo para incentivar homens e mulheres a buscarem saúde, qualidade de vida e, claro, beleza física. Precisei sentir na pele que as dietas milagrosas não funcionam e que os medicamentos são perigosos para me dedicar a essa nova fase. E fica sempre o alerta: nem tudo o que famosos e influencers usam e divulgam, funciona. Precisamos ter responsabilidade e atenção”.

Foto: Divulgação

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp