Ministro participa da Assembleia Mundial da Saúde

estado amplia procedimentos cirúrgicos em rondonópolis



O ministro da Saúde, Ricardo Barros, encontra-se em Genebra (Suíça) esta semana para participar da 70ª Assembleia Mundial da Saúde, promovida anualmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O evento, realizado entre 21 a 31 de maio, abordará diversos temas, como sistemas de saúde, obesidade, emergências em saúde, doenças transmissíveis, entre outros. O encontro reúne os 194 países membros da OMS com o objetivo de debater temas emergentes da saúde mundial.

Paralelamente às reuniões da Assembleia, o ministro Ricardo Barros cumprirá também dez agendas bilaterais com países como Portugal, Irã, Haiti, Congo, Estados Unidos e Canadá. Os encontros abordarão diversos assuntos e poderão contar com assinatura de documentos de cooperação.

Será realizado também um evento paralelo com os países dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Com o tema “BRICS efforts towards health-related SDGs – improve the integrated health service delivery system” o encontro tem como principais objetivos compartilhar o progresso e as melhores práticas do BRICS, discutir a Cobertura Universal em Saúde e debater os principais desafios para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados à saúde.

Barros participará também de um almoço com os ministros da Saúde da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), bloco composto por Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. O objetivo é lançar a agenda de saúde da Presidência Pro-tempore brasileira da CPLP e preparar a IV Reunião de Ministros da Saúde da CPLP, que ocorrerá em Brasília em outubro de 2017.

Nessa edição da Assembleia Mundial da Saúde, haverá a eleição do novo diretor do Conselho Executivo da OMS. Em janeiro, a organização selecionou três candidatos para concorrer ao cargo. Estão na disputa o assessor especial do Primeiro-Ministro da Etiópia, Tedros Adhanom, a ex-ministra de Saúde do Paquistão, Sania Nishta, e o assessor especial do Secretário-geral das Nações Unidas, o britânico David Nabarro.

REUNIÃO DO G20 –Na última semana, o ministro Ricardo Barros representou o Brasil na reunião de ministros da Saúde do G20, realizada em Berlim, na Alemanha. Durante o encontro houve debate sobre temas de saúde prioritários para os países membros, e, este ano, teve como focos principais a resistência antimicrobiana e emergências em saúde. O evento foi realizado nos dias 19 e 20, e contou com uma simulação de emergência, bem como com um debate sobre resistência antimicrobiana (AMR).

Em debate dos ministros do G20 sobre AMR, o Ministro Barros reforçou o compromisso do governo brasileiro no combate à resistência antimicrobiana e destacou os avanços da legislação nacional sobre o tema nas últimas duas décadas. O Brasil também participou da formulação do Plano de Ação Global de Ação para Resistência Antimicrobiana, da Organização Mundial da Saúde (OMS).