Ministro do Trabalho volta a criticar saque-aniversário do FGTS

Picture of R7

R7

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministro do Trabalho volta a criticar saque-aniversário do FGTS

Compartilhe:

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, disse que o saque-aniversário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é um engodo. O termo é utilizado para indicar que alguma coisa é uma armadilha. A declaração foi feita nesta segunda-feira (13).

“Acho que o saque-aniversário é um engodo porque atrapalha a lógica da indústria, porque vai enfraquecendo o fundo para investimento”, disse o ministro durante reunião de diretoria da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

Em janeiro, o chefe da pasta chegou a anunciar a possibilidade do fim da modalidade. Ele foi alvo de críticas pela declaração.

Marinho também voltou a dizer que o saque-aniversário prejudica a função do fundo de servir como uma poupança para proteger o trabalhador na demissão.

A possibilidade de pôr fim à medida gerou insatisfação no mercado, já que diversos empregados aderiram a empréstimos tendo o saque como garantia.

“Mercado nervoso”

“Estou sendo atacado pelo povo do chamado mercado, mas aqui somos mercado não somos?”, disse, ao defender a revisão da modalidade. “Pessoal dos bancos está muito nervoso”. No encontro, o ministro pediu apoio da indústria para enfrentar o tema.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp