Militares curdos recuperam 20 aldeias que estavam sob controle do EI

retórica de trump é xenofóbica, e não populista, afirma obama

As Forças da Síria Democrática (FSD), coalizão armada curdo-árabe apoiada pelos Estados Unidos, assumiram o controle de 20 aldeias e áreas no norte da província de Aleppo, que estavam sob o domínio do grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

A informação foi divulgada nesta quarta-feira pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH). A ONG explicou que os combatentes do FSD atingiram estes objetivos nas últimas 24 horas, em uma região situada no nordeste de Alepo, na fronteira com a Turquia.

Aviões da coalizão internacional liderada pelos EUA apoiaram os militares bombardeando posições e grupos jihadistas na área de Manbach.

Entre as zonas que foram liberadas desde terça-feira estão: Al Hauala, Al Sheikh Abidat, Ramilat e.

Paralelamente a esses confrontos, as FSD lançaram outra ofensiva, que começou no dia 24 de maio, contra os jihadistas na província de Raqqa, situada ao leste de Alepo e principal reduto do EI na Síria, onde dominam diversos.