Menino tem osso do joelho deslocado ao brincar em pula-pula em MT

menino tem osso do joelho deslocado ao brincar em pula-pula em mt

Um menino de 4 anos teve um osso do joelho deslocado ao brincar em uma cama elástica, conhecida popularmente como pula-pula, em Cuiabá. O garoto está com a perna engessada e deve ficar pelo menos mais 30 dias com a perna imobilizada para que o joelho fique na posição ideal e, assim, não seja necessária a realização de cirurgia.
O acidente ocorreu no final de janeiro. “Tinha outra criança do mesmo tamanho que ele. Estavam pulando, não no mesmo sincronismo. Meu filho pulou e subiu. A outra criança desceu. Com o impulso, quando meu filho voltou, a cama jogou pra cima de novo. Quando voltou, já caiu segurando a perninha dobrada e gritando", contou a mãe, Ligiane Guelse.
O menino foi levado a um médico ortopedista, que colocou o joelho n lugar. “A fratura ocorreu num lugar de fragilidade, de células jovens. Pode ter sofrido um trauma na hora do acidente. Não tem como avaliar no momento", disse o médico Luiz Alberto Mariano.
O ortopedista explicou ainda que a criança deverá continuar a ser examinada pelos próximos meses. "A gente faz o alerta e depois faz o acompanhamento, a cada seis meses, comparando uma perna com a outra pra ver se não ocorreu nenhuma complicação”, afirmou.
O médico disse também que atende de uma a duas crianças por semana com sintomas parecidos provocados por brincadeiras na cama elástica. E não recomenda o pula-pula para crianças menores de 6 anos. “A cama elástica não é um brinquedo. Ela é um equipamento para exercício físico que vem sendo usado como brinquedo para crianças", falou.