Menino de 2 anos é encontrado morto com sinais de asfixia e estupro dentro de casa

Jovem de 17 anos, padrasto do menino morto, e mãe da criança foram detidos

Polícia investiga morte de criança encontrada com sinais de asfixia e violência sexual — (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Um menino de 2 anos foi achado morto com sinais de asfixia e abuso sexual dentro de casa em Goiânia, no Parque Eldorado Oeste. O padrasto, de 17 anos foi detido em flagrante. A mãe da criança, de 21, também foi presa por abandono de incapaz.

O caso aconteceu na madrugada deste domingo (3), por volta das 2h. A Polícia Militar de Goiás foi acionada para comparecer ao endereço pelo padrasto da criança. O Corpo de Bombeiros, que já estava no local, constatou a morte do menino após uma parada cardiorrespiratória.

O laudo feito com o corpo do garoto apontou que a vítima morreu mediante “asfixia por esganadura”. Lesões provocadas por estupro e mordidas também foram encontradas.

No local, estavam apenas o padastro do menino e outra criança de 4 anos. Os militares, então, o encaminharam à Central de Flagrantes na delegacia de polícia, assim como a mãe das crianças, que chegou à residência momentos depois. Ele negou ter cometido qualquer agressão contra o menino.

A Polícia Técnico-Científica recolheu amostras de material genético para tentar identificar o autor do estupro. Em depoimento, a mãe do garoto revelou que sabia que o filho era agredido pelo companheiro.

Adolescente é levado para a delegacia após morte de menino de 2 anos, em Goiânia — (Foto: Divulgação/Polícia Militar)