Medeiros destaca compromisso do governo Bolsonaro para asfaltar trecho da BR-163

José Medeiros é o parlamentar de Mato Grosso mais influente nas redes sociais

Após sinalização do presidente Jair Bolsonaro, de que o Exército Brasileiro asfaltará o trecho de pouco mais de 40 quilômetros da BR-163, entre Novo Progresso e Moraes Almeida, no Pará, o deputado federal, José Medeiros (Pode), elogiou o chefe do Executivo Nacional e o empenho do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, em resolver um problema crônico que afeta diretamente o escoamento da produção agrícola de Mato Grosso e de todo o país.

No trecho sem asfalto passa praticamente todo produção do Médio Norte de Mato Grosso em direção ao Porto de Miritituba (PA) e fica intransitável no período de chuvas. Neste trecho, os atoleiros deixaram mais de três mil caminhoneiros parados por dias sem alimentação, água e condições adequadas de higiene.

Segundo Medeiros, o respaldo do Exército, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do próprio Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) acabou por minimizar o problema. “Todos os anos, por todo tempo que estive no Senado, enfrentamos uma verdadeira maratona em busca de apoio para os caminhoneiros e infraestrutura mínima para liberar o tráfego na região. Felizmente o ministro Tarcísio Gomes priorizou o problema e foi pessoalmente acompanhar a situação na região. Além de adotar medidas emergenciais, o ministro determinou apoio aos caminhoneiros ”.

Sobre o anúncio de investimento feito por Bolsonaro, Medeiros considera a decisão mais inteligente por parte do Poder Público. “O presidente deu total apoio ao ministro e determinou que o trecho fosse pavimentado o mais breve possível. O Ministério da Infraestrutura já assinou a ordem de serviço para o Exército executar a obra, que iniciará assim que a chuva cesse. É interessante divulgar isso. Não adianta projetar: vou fazer. É preciso começar a fazer já porque esta intervenção precisa ser rápida. Batemos várias portas nos últimos anos e encontramos várias delas fechadas. O Planalto dessa vez se sensibilizou e entendeu que a não solução destes 40 quilômetros significa milhões de reais em prejuízo ao país”, ressalta o parlamentar mato-grossense.

BR-163 em MT 

Já sobre o seguimento das obras de duplicação da BR-163, em cumprimento ao contrato de concessão desde a divisa com o Mato Grosso do Sul até o município de Sinop (MT), o deputado também confirmou que a intenção do ministro é dar solução ao impasse burocrático para que a obra possa ser executada.

 “Tivemos uma reunião recentemente no Tribunal de Contas da União (TCU) com a presença do governador Mauro Mendes, da bancada de Mato Grosso e do ministro da Infraestrutura para tentar resolver o grande problema desta obra, que é o modelo de contrato celebrado entre a concessionária e o então governo de Dilma Rousseff, do PT. É senso comum que a obra precisa ser concluída e que população não pode ser penalizada por erros dos governos anteriores. Comungo com toda a população mato-grossense o fato de ser inadmissível pagarmos pedágio em uma estrada sem duplicação e com trechos em péssimas condições de trafego”, critica José Medeiros.