MEC libera R$ 60 milhões para instalação de usinas fotovoltaicas em Institutos Federais do País

Foto: Governo de São Paulo


O Ministério da Educação (MEC) anunciou a liberação de R$ 60 milhões para implantar usinas fotovoltaicas em Institutos Federais do País e, assim, produzir energia solar e promover a economia nos gastos públicos. Ao todo, serão instaladas 852 usinas fotovoltaicas, em 38 institutos federais, dois centros de educação tecnológica e no colégio Pedro II no Rio de Janeiro (RJ).

De acordo com o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Ariosto Antunes Culau, a ideia é aliar a economia de gastos públicos e sustentabilidade. “É uma modalidade que cresce e a gente se coloca numa situação de destaque, não só na utilização da própria energia renovável, mas também no que diz respeito às atividades de ensino e pesquisa.”

A proposta deve gerar uma economia de quase R$ 18 milhões por ano nas contas de energia elétrica.

Economia

No Distrito Federal, são 11 unidades do Instituto Federal, com 10 campi e a reitoria. Juntas, essas unidades acumulam R$ 3 milhões de gastos com energia por ano. Valores que o governo pretende reduzir com a instalação de painéis de energia solar.

“Brasília é uma cidade privilegiada porque tem céu aberto, tem 60% do ano de período de seca. A nossa estimativa inicial é de que seja uma redução de 10%. Então seria uma economia de 300 mil ao ano”, explica a reitora do Instituo Federal de Brasília, Luciana Myoko Massukado.

Com informações da Voz do Brasil