Mato Grosso tem nove mortes sob investigação por suspeita de H1N1

mais de 70% dos trabalhadores não se exercitam regularmente

Mato Grosso já tem 13 notificações de mortes por H1N1, também conhecida como gripe A, desde o início deste ano. Segundo dados da Secretaria estadual de Saúde (SES), três dos casos foram descartados, um foi confirmado e nove seguem sob investigação e aguardam resultado de exames para confirmar a associação com a doença.

Até o momento, a única morte pela doença confirmada foi registrada em Cuiabá, sendo a vítima um idoso de 73 anos, que passou nove dias internado em um hospital da capital, no mês de fevereiro. Cuiabá também é a cidade que mais possui casos suspeitos de H1N1, com 27 notificações registradas até o dia 6 de abril.

Ainda segundo o balanço estadual, 84 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que apenas são confirmados como casos de de influenza H1N1 após a investigação laboratorial. Desse total, apenas o caso registrado na capital foi confirmado como da gripe A. Outros sete casos foram descartados, um segue inconcluso e 75 estão sob investigação em todo o estado.

Além da capital, possuem casos de gripe A sob investigação os municípios de Rondonópolis (23), Primavera do Leste (02), Pontes de Lacerda (02), Várzea Grande (05), Rosário Oeste (01), Nova Bandeirantes (01), Campo Novo do Parecis (01), Sorriso (01), Araputanga (01), Alto Garça (01), Barra do Garças (01), Alta Floresta (01), Campos de Júlio (01), Guarantã do Norte (03), Cáceres (03), Itiquira (01), Jaciara (01), Tesouro (02), Glória d'Oeste (01) e Colider (01).

Segundo a SES, outros cinco casos que foram notificados no estado tratam-se de pessoas que chegaram em Mato Grosso ou passaram pelo estado durante viagem. Um dos casos foi de uma pessoa que veio dos Estados Unidos, outra de Vilhena (RO) e duas de Curitiba (PR).

Outros anos

De acordo com o governo do estado, os registros da gripe A passaram a ser notificados no estado a partir de 2009, quando ocorreu a pandemia no país. Na ocasião, foram confirmados 196 casos da doença no estado, número que diminuiu ao longo dos anos seguintes.

Em 2010, apenas um caso foi confirmado; em 2012, 11 pessoas tiveram a doença em Mato Grosso; em 2013, foram quatro casos confirmados e, em 2014, foram 44 casos da doença registrados. Nos anos de 2011 e 2015, nenhum caso de gripe A foi confirmado no estado.