Mato Grosso Saúde apresenta estratégias de gestão ao Conselho Deliberativo

Balanço prévio do exercício do Mato Grosso Saúde também foi apresentado ao Conselho Deliberativo - Foto por: Fernando Campos

O Mato Grosso Saúde se reuniu com o Conselho Deliberativo na última quinta-feira (05.12) para debater metas e diretrizes para o próximo ano. Com um breve apanhado de algumas ações realizadas em 2019, os conselheiros puderam ter uma macro visão das ações realizadas durante o período de janeiro a novembro.

O Mato Grosso Saúde prevê um crescente número de melhorias para o ano vindouro, como a expansão da rede credenciada para o interior do Estado, criação de novos editais de credenciamento, criação de tabela de preços referencial com a diminuição de valores pagos à rede prestadora de serviços de saúde e a continuidade dos eventos, ações e o Posto Itinerante.

Sobre o maior desafio, o credenciamento no interior, a presidente do Instituto, Misma Thalita dos Anjos explica que “será necessário realizar os ajustes de gestão para o funcionamento regular do Plano, sem intempéries, para que em 2020 possamos ter uma melhora nos atendimentos no interior do Estado”.

Para o conselheiro Carlos Brito há a necessidade de estratégia para alcançar o objetivo da interiorização.

“Seria interessante chegar a esses servidores que estão no interior e ser estratégico é fundamental, como atingir primeiramente as cidades pólos e posteriormente dar capilaridade às demais, ou até mesmo, verificar os municípios com maior número de servidores e tentarmos o credenciados nessas cidades pólos”, pontua.

O Conselho Deliberativo

O Conselho Deliberativo é previstos na Lei 539, de 18 de junho de 2014, e faz parte da estrutura organizacional do Mato Grosso Saúde, reunindo membros indicados pelo Governo, bem como servidores beneficiários das classes dos ativos, inativos e militares, que terão mandatos de dois anos.

As reuniões com o Deliberativo retornam quadrimestralmente em 2020 de forma ordinária.