Mato Grosso inicia planejamento para receber a tocha olímpica




Nesta quinta-feira (3), em Cuiabá (MT), uma comitiva do governo federal vai se reunir com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques, e os prefeitos de Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, além da capital mato-grossense, para planejar a passagem da tocha olímpica no estado. A reunião será encabeçada pelo ministro do Esporte, George Hilton, e pelo subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República, Olavo Noleto.

O principal símbolo das Olimpíadas deverá chegar ao Mato Grosso no mês de julho de 2016, passando primeiro por Várzea Grande até chegar a Cuiabá, onde acontecerá cerimônia.

A reunião de trabalho vai discutir questões como logística, segurança e divulgação do revezamento da tocha no território mato-grossense. Dez atletas olímpicos e paraolímpicos incentivados financeiramente pelo governo federal estarão presentes. Segundo o Ministério do Esporte, anualmente, são repassados mais de R$ 1,9 milhão para ajudar na formação de dezenas de atletas no estado. A verba é enviada por meio da Bolsa Atleta e Bolsa Pódio.

Investimento em infraestrutura esportiva e turística em Mato Grosso

Recentemente, o Ministério do Esporte aprovou o repasse de R$ 6,9 milhões para reformar a pista de atletismo de Cuiabá e R$ 16,8 milhões para construir cinco Centros de Iniciação ao Esporte (CIEs) nos municípios de Cáceres, Cuiabá, Rondonópolis, Sinop e Várzea Grande. Além disso, o governo federal foi parceiro na compra de equipamentos para modernizar as federações de taekwondo, de desportos aquáticos e de judô.

Desde 2003, o governo federal destinou R$ 152 milhões para melhorar a infraestrutura de turismo no estado pantaneiro. O resultado do investimento foi percebido na Copa do Mundo de 2014: 90,3% dos turistas internacionais que visitaram o Mato Grosso aprovaram a segurança pública. O transporte público foi aprovado por 88,4% dos entrevistados.