Mascherano faz acordo com a Justiça espanhola e pagará multa de R$ 3,3 mi




Os problemas de Javier Mascherano com a Justiça espanhola podem ter chegado ao fim nesta semana. De acordo com a rádio "Cadena SER", o volante do Barcelona fez um acordo com a Fiscalía (espécie de Ministério Público do país), depois de ser acusado de duas fraudes fiscais entre 2011 e 2012.

Mascherano teria acordado pagar uma multa de € 816 mil (R$ 3,3 milhões) e aceitar uma pena de 12 meses de prisão – sem precisar ser detido, porém. O volante já havia admitido sua culpa no caso no fim do mês passado, por ocultar mais de € 1,5 milhão (R$ 6,42 milhões) de direitos de imagem no Imposto sobre a Renda de Pessoas Físicas (IRPF).

Segundo a imprensa espanhola, o jogador utilizou duas estratégias para cometer a fraude: não declarou rendas obtidas da Nike, uma de suas patrocinadoras, através de uma sociedade nos Estados Unidos; e simulou a cessão de seus direitos de imagem a uma empresa radicada em Madeira (Portugal).

Por indicação de seus advogados, Mascherano pagou, então, o que devia e mais € 200 mil (R$ 850 mil) por multa. Isso, no entanto, não impediu que fosse declarado réu no tribunal, como já acontecera anteriormente com o compatriota e amigo Lionel Messi.