Marildes confirma pré-candidatura à Estadual para pleito de outubro

Lucas Perrone

Lucas Perrone

Marildes confirma pré-candidatura à Estadual para pleito de outubro

A vereadora Marildes Ferreira (PSB) confirmou que é pré-candidata a deputada estadual, nas eleições deste ano.

Em entrevista ao jornal A Tribuna, ela disse que tomou a decisão de lançar sua pré-candidatura após convite do presidente de seu partido, o deputado estadual Max Russi, e que ela correrá atrás do voto feminino para sua eleição.

“A política é um caminhar e, quando a gente percebe as necessidades que a população tem e que a gente tem todas as condições de trabalhar em prol dessa população, a gente sempre se coloca à disposição. Então, o deputado Max Russi me convidou, porque entende que tenho condições de ir para uma campanha e vejo que precisamos eleger mulheres. São 24 deputados e só tem uma mulher na Assembleia”, disse ao A Tribuna.

“A minha bandeira de luta será o combate à violência contra a mulher, saúde de qualidade, educação, moradia, empregos e igualdade de oportunidade para as mulheres. É nisso que eu já tenho trabalhado há vários anos e, na condição de vereadora, tenho reforçado muito mais essas ações em prol das mulheres. E hoje, estamos muito mais conscientes e empoderadas. Mulher vota em mulher. Esse é meu público e é por essas minorias, ou maiorias, que me coloco como pré-candidata”, completou Marildes Ferreira.

Além dela, o PSB tem na região,  as pré-candidaturas de Max Russi, que concorre à reeleição e de presidente da Câmara, Roni Magnani.

“Já sentamos e conversamos sobre isso. O presidente do meu partido me anunciou como a pré-candidata a estadual dele, não tenho problema nenhum com relação a isso. O nosso perfil é completamente diferente e eu diria que os nossos eleitores também são diferentes um dos outros. Eu penso que todo mundo tem todo o direito de lutar para conquistar o seu lugar e seu espaço. Sou uma mulher política que faz campanha limpa e falo do que faço, da minha trajetória e dos meus projetos. Com certeza, dá para eleger os três”, concluiu.

+ Acessados

Veja Também