Margens em alta e mercado do boi gordo mais firme em algumas regiões

O cenário de pressão de baixa ainda é observado para o boi gordo, com escalas, em geral, confortáveis, que permitem a manutenção dos testes de preços menores. Em alguns estados, como Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul, a necessidade de pagamentos maiores pela JBS colabora com um cenário de preços mais firmes.

No mercado atacadista de carne com osso, a estabilidade já vai completar um mês, considerando o boi casado, cotado em R$9,07/kg desde 16 de maio. A oferta de boiadas continua suficiente para que os testes ocorram, o feriado desta semana, gerando praticamente dois dias a menos de compras, pode gerar um pouco mais de demanda por boiadas no início da próxima semana.

Se as escalas encurtarem, com as margens historicamente altas, há espaço para mais pagamento pelo boi gordo. Sempre com a ressalva de estarmos entrando na segunda quinzena do mês, tipicamente de consumo pior. No atacado de carne sem osso houve recuo nesta semana.