Mapa lança, em Dubai, livro com os resultados da primeira década do Plano ABC

Mapa

Mapa

Mapa lança, em Dubai, livro com os resultados da primeira década do Plano ABC

Publicação registra a história traçada pelo Brasil para a transformação da agricultura nos últimos dez anos e apresenta os resultados obtidos por meio do plano setorial

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) lançou, durante a COP 28, em Dubai, o livro “Plano ABC: Dez anos de sucesso e uma nova forma sustentável de produção agropecuária”. O evento foi realizado no pavilhão brasileiro e deu nome ao painel cujo destaque foi o papel da política pública do Brasil na segurança alimentar. A publicação sintetiza todo o histórico da primeira década (2010-2020) do Plano ABC, detalha a trajetória de aprendizados e apresenta os principais resultados alcançados.

No livro é possível conhecer a história traçada pelo Brasil nos últimos dez anos para transformação da agricultura, bem como os resultados obtidos com a implementação do Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura. No período abrangido, uma área superior a 50 milhões de hectares do território nacional passou a utilizar tecnologias ABC.

Presente no lançamento, o prêmio Nobel da Paz, como membro do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) em 2007, professor da universidade de Ohio (EUA) e embaixador do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura, Dr. Ratan Lal, declarou que a iniciativa deve ser celebrada, tendo em vista os resultados sociais e ambientais gerados. “O Plano ABC brasileiro merece ser parabenizado, pois reduz a emissão de gases de efeito estufa e aumenta o estoque de carbono no solo, ao mesmo tempo que gera renda para os produtores rurais – em especial os de pequeno porte”, disse.

Para o diretor do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação do Mapa, Bruno Brasil, moderador do evento, “o Plano ABC é uma referência de agricultura tropical que deve ser partilhada com os demais países do globo”, declarou.

Além do livro, foi lançada, no portal do Mapa, em parceria com o Serviço Geral de Processamento de Dados (Serpro) a Plataforma ABC – um sistema digital que integra o sistema de informação do plano (o SINABC) – disponibilizada em português e inglês. Atualizada periodicamente, a página já contém os dados relativos à recuperação de pastagens degradadas e suas respectivas metas até 2030, reportando, desta forma, os resultados alcançados até o momento.
Trata-se do fortalecimento do processo de monitoramento do alcance das metas estabelecidas pela segunda fase do ABC, o ABC+.

O livro

Elaborado pelo Departamento de Produção Sustentável e Irrigação, por meio de um minucioso processo de pesquisa e levantamento de dados, o livro reúne informações de diversos profissionais e instituições que atuaram nos 10 anos do Plano ABC. O material registra, ainda, o processo para alcançar o engajamento do setor agropecuário brasileiro na agenda sobre mudança do clima.

Por meio de sólida base científica e do envolvimento do setor, o Plano alcançou resultados expressivos no aumento da produtividade agropecuária, alinhado ao controle da emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE). Sua implementação permitiu que as emissões de GEE se mantivessem dentro dos limites estabelecidos e, significativamente, abaixo das projetadas sem interferência dessa política pública. O ABC fomenta, ainda, a segurança na produção de alimentos, com redução da vulnerabilidade à mudança do clima, fortalecimento da resiliência e adaptação aos seus efeitos.

Esta política pública, elaborada conforme a Política Nacional sobre Mudança do Clima, coloca o Brasil em posição de vanguarda quando se trata de estratégias para produzir com adoção de práticas socialmente e ambientalmente sustentáveis.

+ Acessados

Veja Também