Mapa fortalece parcerias internacionais durante a COP 28 em Dubai

Mapa

Mapa

Mapa fortalece parcerias internacionais durante a COP 28 em Dubai

Mapa fortalece parcerias internacionais durante a COP 28 em Dubai

Programa de conversão de pastagens e exportações para o Reino Unido foram temas dos debates no sábado (9)

Durante a Conferência das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (COP 28), o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) tem avançado significativamente em parcerias de alcance global.

No sábado (9), em Dubai, o secretário de Comércio e Relações Internacionais, Roberto Perosa, liderou importantes reuniões representando o Mapa. Em um encontro com Martien van Nieuwkoop, diretor global de Agricultura e Alimentos do Banco Mundial, foram discutidos detalhes do programa de conversão de pastagens degradadas. O secretário enfatizou a importância do recente decreto presidencial que estrutura o programa e estabelece um comitê gestor interministerial.

Durante a conversa, Nieuwkoop manifestou interesse em estabelecer uma linha de crédito em parceria com o Banco do Brasil para projetos de descarbonização, incluindo a conversão de pastagens e se prontificou a colaborar na criação de um mecanismo financeiro para atrair investidores privados.

Em uma outra reunião com representantes da Syngenta, empresa referência mundial em tecnologias agrícolas, Perosa apresentou o decreto que institui o programa e o comitê gestor, fortalecendo os laços com a empresa, que demonstrou interesse em ampliar sua participação no programa de conversão de pastagens degradadas. O encontro contou com a participação de Petra Laux, diretora global de sustentabilidade, Grazielle Parenti, vice-presidente de sustentabilidade e relações institucionais, e Daniel Vernand, chefe de Sustentabilidade.

Outro encontro de destaque foi com Andrea Ledward, diretora de Meio Ambiente do DEFRA (Ministério do Ambiente, da Alimentação e dos Assuntos Rurais do Reino Unido), onde foram debatidas as recentes regulamentações britânicas sobre due diligence para commodities de risco, como soja, carne e couro bovinos, cacau e óleo de palma. Ledward garantiu o respeito do Reino Unido à legislação ambiental brasileira, incluindo os conceitos de desmatamento legal e ilegal, concedendo um ano para a implementação da regulamentação.

O secretário Perosa elogiou a iniciativa britânica, ressaltando que abordagens colaborativas, ao invés de restritivas, são fundamentais para enfrentar questões relacionadas à sustentabilidade de maneira eficaz e harmoniosa entre os países.

Outra oportunidade de diálogo ocorreu com o ministro da Agricultura de São Vicente e Granadinas, Saboto Caesar. Durante o encontro, foram discutidas questões relacionadas à cooperação técnica e científica envolvendo a Embrapa, além do fortalecimento das relações e uma maior integração com a região do Caribe.

Todos as reuniões foram acompanhadas pelo diretor de Promoção Comercial e Investimentos do Mapa, Marcel Moreira Pinto.

+ Acessados

Veja Também