Mais de 151 mil indígenas foram beneficiados pelo Auxílio Emergencial

Benefício do Governo Federal se soma à entrega de alimentos e a instalação de barreiras sanitárias para ajudar a combater os efeitos da pandemia

Repasses do Governo Federal para população indígena já ultrapassou ps R$ 233,5 milhões. - Foto: Mauro Vieira/Min. Cidadania

O Auxílio Emergencial, implementado pelo Governo Federal para garantir aos brasileiros uma renda mínima durante o período da pandemia causada pelo novo coronavírus, já atendeu mais de 151 mil indígenas. O número se refere aos indígenas cadastrados no Bolsa Família e no Cadastro Único para Programas Sociais.

As regiões Norte e Nordeste concentram o maior número de beneficiários indígenas. O investimento do Governo Federal já ultrapassa os R$ 233,5 milhões em repasses para a população indígena.

Segundo Iracema Gonçalves, coordenadora-geral de Promoção dos Direitos Sociais da Fundação Nacional do Índio (Funai), “a concessão do Auxílio Emergencial se soma a diversas ações adotadas pelo Governo Federal para minimizar os efeitos da pandemia, como a entrega de alimentos e a instalação de barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nas aldeias”.



Ao todo, mais de 66,1 milhões de pessoas foram beneficiadas pelo Auxílio Emergencial. “O Auxílio Emergencial faz a diferença na vida das pessoas. É uma grande rede de proteção que alcança os mais vulneráveis, inclusive os povos indígenas”, afirma o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. “Seguimos a recomendação do presidente Bolsonaro de não deixar nenhum brasileiro para trás nesse momento difícil para todos”.

Com informações do Ministério da Cidadania