Mais de 120 estudantes participam de torneio de robótica no fim de semana

Durante o evento, os juízes irão avaliar, penalizando e pontuando, cada missão realizada.

Os estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental II do Sesi Escola em Várzea Grande estão nos preparativos para o Torneio de Robótica que ocorre nos dias 8 e 9 de novembro (sexta-feira e sábado). Ao todo participam da competição cerca de 120 alunos, divididos em 24 equipes que terão que desenvolver diversas missões com os robôs.

Os alunos irão realizar as atividades de trabalho em equipe, respeito, ajuda, união, montagem de robô, programação e desafios nos tapetes de acordo com a turma. Durante o torneio, os juízes irão avaliar, penalizando e pontuando cada missão realizada.

Entre os desafios estão acessibilidade para pessoas com deficiência, arquitetura inovadora, construção em aço, soluções para engarrafamento no trânsito, construção na casa da árvore e de pontes. A equipe que realizar maior quantidade de missões em dois minutos ganha a competição.

O técnico Carlos Juliani explica que durante a semana serão realizadas seletivas com mais de 240 estudantes, que formam 48 equipes. “Estamos há cerca de três semanas preparando as crianças e adolescentes para o torneio. É um momento lúdico e de muito aprendizado, quando eles precisam traçar a estratégia e desenvolver a programação que colocará os robôs em ação para executar as tarefas”.

Poder transformador

De acordo com a coordenadora de Educação e Cultura do Sesi Mato Grosso, Cintia Silva, a robótica educacional estimula competências fundamentais para o profissional 4.0 como espírito investigativo, trabalho em equipe, planejamento, cooperação, diálogo, pesquisa e tomada de decisões.

“Já foi comprovado que alunos antes não se interessavam por disciplinas como Matemática, Ciências e Física passam a se dedicar mais para conseguir programar e desenhar robôs. Percebemos a melhora no desempenho em todas as matérias e um interesse maior pelas áreas ligadas à tecnologia”, frisa.

Pesquisa realizada pela consultoria JS Brasil com participantes do Torneio Sesi de Robótica nacional de 2018 mostra que 94% dos estudantes passaram a se dedicar mais a conteúdos de exatas depois da participação. Além disso, 50% dos entrevistados afirmaram que as notas escolares aumentaram e 76% começaram a acreditar mais em sua capacidade de inovação.