Mais 1.400 face shields serão entregues pelo IFMT em Cuiabá e Rondonópolis nesta quarta-feira

IFMT abre inscrições para mais de 4 mil vagas em cursos técnicos e superior

Mais 1.400 máscaras de proteção facial (face shields) serão entregues pelo IFMT São Vicente, nesta quarta-feira (1º/07), para instituições de Cuiabá e Rondonópolis.

Serão beneficiadas a Secretaria Municipal de Saúde e Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, em Rondonópolis. Já na capital, recebem os equipamentos o Hospital Júlio Muller, o Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso (Sisma-MT) e a Operação Amazônia Nativa (Opan).

A produção destas máscaras é fruto de um projeto desenvolvido no Centro de Referência de Campo Verde, contemplado no Edital nº 47/2020 do IFMT.

De acordo com o professor Pedro Henrique Pereira, coordenador deste projeto, estão sendo produzidos no laboratório maker da instituição dois modelos de protetores faciais, usando a tecnologia de impressão 3D e também do corte a laser, usando materiais como usando PETG (um tipo de pet) para o suporte e PS (poliestireno) cristal na viseira.

Com o feedback dos profissionais de saúde, ajustes são realizados para que o seu uso seja o mais confortável possível.

Desde o início deste projeto, em torno de 2.000 máscaras já foram produzidas e entregues às mais diversas instituições de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Campo Verde, dentre outras.

Face Shield
A máscara protetor facial (face shield) é reutilizável e ajustável. É um equipamento de proteção individual extremamente seguro, que evita o contato com gotículas, salivas e fluídos nasais que possam atingir o rosto, o nariz, a boca e os olhos.

Previne contágio contra vírus, bactérias e outras contaminações. Oferece proteção e conforto, protegendo todo o rosto do usuário e permitindo conversar de forma clara sem causar ruídos no som da voz.