Mães pedem doações de leites especiais em Rondonópolis

De acordo com uma das mães, Vanessa Ribeiro, a necessidade é diária e devido ao alto custo elas não têm condições de comprar

Mães pedem doações de leite especiais em Rondonópolis
Na última quarta-feira (20), o grupo de mães foi até a Câmara Municipal denunciar a falta de leites especiais para seus filhos alérgicos a proteína do leite de vaca - Foto: Gabriel Fagundes/Primeira Hora

Um grupo de mães de crianças alérgicas a proteína do leite de vaca, pede doações de leites especiais, após receberem a informação que o município regularizará a situação num prazo de 25 a 30 dias.

De acordo com uma das mães, Vanessa Ribeiro, a necessidade é diária e devido ao alto custo elas não têm condições de comprar.

Desde o fim de janeiro o estoque dessas fórmulas especiais acabou no município.

“Seremos gratas a todos que puderem nos ajudar com a doação de latas de leite. Não queremos dinheiro, pedimos somente o leite para nossas crianças. Os leites são: pregomin e o Neocate lcp, custam entre R$140,00 a R$ 240,00 a lata, uma lata dura três dias e podem ser encontrados nas farmácias. Desde já agradecemos a toda à população, empresários, comerciantes que de alguma forma possam nos ajudar, contamos com a solidariedade e carinho de todos”, disse.

A situação de algumas mães é preocupante, pois já estão há quase um mês sem o leite.

Quem deseja colaborar com o grupo de mães deve entrar em contato com os seguintes telefones:

– Vanessa Medeiros (neocate lcp) 66 99910-5928

– Rosana (neocate lcp) 66 99632-1814

– Neiva (neocate lcp) 66996234302

– Yara (pregomin pepti) (35)97472240

– Silmara (neocate lcp) 6697154519

– Alessandra (pregomin pepti) 66997147429

– Gislene ( neocate lcp) 6699627477