Macaco Chico, mascote de um bairro em Rondonópolis, some e reaparece com ‘mulher’ e filhotes

Macaco da espécie Bugio costuma ficar em um bambuzal às margens do Córrego Arareau. Companheira foi apelidada de Chica e o filho, Chiquinho.

Chico, o mascote dos moradores da Vila Cardoso em Rondonópolis — Foto: Reprodução/TVCA

Um macaco de espécie Bugio, considerado mascote no Bairro Vila Cardoso, em Rondonópolis, havia desaparecido. De acordo com os moradores, todos estavam preocupados, achando que ele havia sido morto. Entretanto, meses depois do sumiço, Chico voltou e trouxe uma surpresa. Agora, ele tem ‘mulher’ e filho.

Fêmea ainda está arredia, mas já ganhou o nome de Chica — Foto: Reprodução/TVCA

Fêmea ainda está arredia, mas já ganhou o nome de Chica — Foto: Reprodução/TVCA

A fêmea ainda não é dão dócil como Chico, que chega a descer dos pés de bambus para receber comida nas mãos. Ela, com o filhote nas costas, ainda permanece um pouco escondida nos galhos. Só quando percebe que as pessoas se afastaram é que se arriscar e descer.

Chica e o filhote poucas vezes descem dos galhos para buscar comida — Foto: Reprodução/TVCA

Chica e o filhote poucas vezes descem dos galhos para buscar comida — Foto: Reprodução/TVCA

Desde que encontrou a companheira, o ‘mascote’ não anda mais só. Está sempre acompanhado de Chica, como os moradores a estão chamando, e de Chiquinho, nome dado ao filhote.

A família de macacos costuma ser vista várias vezes por dia em um bambuzal, às margens do Córrego Arareau.