Livro Tecnologias Poupa-Terra 2021 é destaque entre as publicações lançadas no 48ª aniversário da Embrapa

Em comemoração ao seu 48º aniversário, a Embrapa lançou 28 publicações com temas diversos, com destaque para o “Tecnologias Poupa-Terra 2021”. O livro apresenta um conjunto de tecnologias poupa-terra, que são aquelas adotadas pelo setor produtivo e que permitem aumentar a produção agropecuária em uma mesma área, contribuindo com a preservação de áreas nativas (que de outra forma teriam de ser utilizadas para produção do mesmo volume total hoje alcançado).

A publicação aborda cadeias de expressiva importância para a exportação nacional e a economia global, como frutas, algodão, café, milho, soja, pecuária de corte e frangos e suínos.

“As informações veiculadas são fundamentadas em bibliografia publicada e dados estatísticos oficiais. O conteúdo contribui com a desmistificação de equívocos relacionados à sustentabilidade da agropecuária nacional, evidenciando claramente através de informações fidedignas que ela é sustentável e fundamentada em ciência, e que o País seguirá sendo um dos principais atores da agropecuária internacional nas próximas décadas”, disse Samuel Telhado. O analista é editor técnico da publicação, junto com o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento, Guy de Capdeville.

“Com as informações contidas neste documento, fica evidente que, devido à adoção de tecnologias desenvolvidas pela Embrapa e parceiros, garante-se à agricultura um efeito poupa-terra nas mais diversas cadeias do agro brasileiro. Os dados apresentados são de grande valor, já que foram obtidos ao longo de décadas, o que traz robustez aos resultados divulgados neste documento”, afirmou Capdeville na apresentação do livro.

Na videoconferência para os empregados no dia 27, o diretor informou que o documento será traduzido e que serão feitas outras publicações do tipo, abordando outras cadeias produtivas.

“Tecnologias Poupa-Terra 2021” tem nove capítulos divididos entre os temas:

  • Estratégias e tecnologias poupa-terra e seus impactos para a agricultura brasileira;
  • Desenvolvimento e sustentabilidade na fruticultura de exportação;
  • Menos área cultivada, mais tecnologia na fruticultura de exportação – uva, manga e melão;
  • Sustentabilidade e produtividade nos sistemas agrícolas de algodão;
  • Cafés do Brasil – pesquisa, sustentabilidade e inovação;
  • Aumento de produtividade e rentabilidade de milho com intensificação tecnológica;
  • Liderança e recordes de produtividade de soja com base em tecnologia e sistemas intensivos de uso da terra;
  • Pecuária de corte – otimização do uso da terra e adoção da intensificação sustentável;
  • Avanço tecnológico e sustentável das cadeias de frangos de corte e de suínos.

Pescados

Mais um lançamento de aniversário é o “Manual para gestão da água e de resíduos do processamento de peixes”, uma publicação técnica que aborda de forma organizada e didática duas questões fundamentais para a gestão das indústrias de processamento de pescados: consumo de água e geração de resíduos. Para isso, a obra reuniu uma equipe multidisciplinar com conhecimento em legislação, produção e sanidade de peixes, processamento de alimentos, melhoria de processos industriais, microbiologia, economia e estatística.

Nordeste

Outra novidade é o livro “Juventudes, identidades e saberes agroecológicos: relatos sobre experiência e diálogos entre o Pedagroeco e a Pedagogia Griô no Nordeste”. A publicação relata as diversas experiências promovidas com jovens do campo pelas redes que compõem o Pedagroeco, unindo ancestralidade e futuro desejado, tradição oral com ferramentas modernas de comunicação e conhecimento científico com os saberes locais, para apresentar os resultados obtidos.

Eucalipto

A obra “O eucalipto e a Embrapa: quatro décadas de pesquisa e desenvolvimento” conta os 40 anos de esforço da Embrapa no processo de construção e oferta de conhecimento sobre o uso de espécies de eucaliptos e corímbias em plantios para fins comerciais e ambientais, assim como seus inegáveis benefícios sociais.

Dentre as evidências da importância da pesquisa florestal para o Brasil, pode-se destacar o fato de que as produtividades de plantios comerciais de eucaliptos no Brasil são as maiores do mundo, superando 40 m³/ha ano. Cada capítulo apresenta uma síntese das atividades/ações desenvolvidas, com os resultados e inovações produzidas pela pesquisa da Embrapa e seus parceiros.

ODS em inglês

versão em inglês das contribuições para o alcance das metas para os 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) também faz parte dos lançamentos de aniversário, com 35 títulos.

VII PDE

Outro documento importante, lançado no final do ano passado, foi apresentado novamente neste aniversário: o VII Plano Diretor da Embrapa (PDE) – horizote 2020-2030. A publicação traz um novo olhar sobre o posicionamento institucional, pensado a partir da diversidade dos ecossistemas de inovação para aprimorar a execução de PD&I, as relações institucionais e a inteligência agropecuária, além de fortalecer a governança e a gestão. Conectados a esse posicionamento institucional, a missão, a visão e os valores da Embrapa traduzem as entregas a serem feitas à sociedade, o que permite consolidar essa mudança de perspectiva.

Portal

No aniversário a Empresa também lançou uma série de outras publicações, todas disponíveis na página www.embrapa.br/48-anos. Entre os títulos, estão “Jovem rural como indutor da agricultura periurbana no Circuito das Frutas no estado de São Paulo”, “Pecuária leiteira na Amazônia”, “Dinâmica agrícola no cerrado: análises e projeções”, “Turma da Mônica: comer sem desperdiçar”, “Desafios para agricultura nos biomas brasileiros” e outros.