Larissa Sumpani exibe áudio de proprietário de casa Airbnb: “Não aluguei casa pra pornografia”

Picture of Da Assessoria

Da Assessoria

Foto: Instagram @eusumpani / CO Assessoria

Larissa Sumpani exibe áudio de proprietário de casa Airbnb: “Não aluguei casa pra pornografia”

Compartilhe:

Quase dois meses após ganhar a faixa de Miss Bumbum, a influencer Lari Sumpani compartilhou com os seus 360 mil seguidores no Instagram um episódio que sofreu recentemente. Ela, que também é conhecida por produzir conteúdos adultos e ser uma das musas do OnlyFans, contou que alugou uma casa no Airbnb, mas tal atitude incomodou o proprietário do imóvel. “Eu não faço isso em todos os vídeos ou ensaios fotográficos, mas em algumas situações gosto de mudar o cenário, dar um up no ambiente para trazer novidades aos meus seguidores e foi isso o que fiz dessa vez”, declarou.

Foto: Instagram @eusumpani / CO Assessoria

Lari diz que cumpriu com todos os trâmites necessários para fechar o negócio e se hospedar durante um mês em uma casa no Rio de Janeiro e a estadia foi como o esperado. Aliás, ela conseguiu realizar alguns trabalhos na residência com outros profissionais. No entanto, pouco tempo depois, a Miss Bumbum ouviu muitas reclamações que envolviam a sua índole e profissão. “Me hospedei, fiz trabalhos lá dentro e desenvolvemos ótimas imagens para o meu Onlyfans. Era um ensaio que estava aguardando há muito tempo”, esclarece a modelo que continua:

“O proprietário soube de tudo depois, quando já tínhamos vindo embora e me enviou um áudio menosprezando o que faço. Ele dizia que aquele era um ambiente saudável, familiar e respeitoso. Repetiu que não alugou a sua casa para pornografia e que eu não eram bem-vinda ali”, explicou Sumpani. A mineira ficou espantada com a atitude do homem que anteriormente agiu com total educação antes de descobrir qual cargo a loira ocupava.

Foto: Instagram @eusumpani / CO Assessoria

Para ela, agir com respeito é o mínimo que um anfitrião deveria fazer e comportamentos como esse fomentam o preconceito com mulheres e homens que trabalham com conteúdo adulto. “É uma profissão como as outras, eu trabalho honestamente para pagar os meus impostos e cooperar para uma vida tranquila”, conta.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp