Justiça determina intervenção total no Hospital Regional de Rondonópolis

O estado deverá afastar o Instituto Gerir da administração do Hospital Regional.

Vigilância sanitária interdita Hospital Regional em Rondonópolis
O hospital sofreu também com alagamentos - Foto: Mike Alves

A Justiça Federal determinou intervenção total do estado no Hospital Regional de Rondonópolis, além do bloqueio de R$ 13 milhões do estado, que deveriam ser repassados para a unidade de saúde.

A decisão do dia 23 de novembro determina também o bloqueio de R$ 3 milhões do Instituto Gerir, que administrava o hospital.

Diversos problemas no local foram determinantes para a intervenção, como falta de insumos básicos e atraso no pagamento dos funcionários.

O estado deverá afastar o Instituto Gerir da administração do Hospital Regional.

Há alguns dias, o estado realizou apenas a intervenção administrativa do local.

Além disso, a Justiça proibiu a renovação do contrato entre o governo e o Instituto Gerir para administrar o Hospital.

A decisão partiu de uma ação proposta pelo Ministérios Público Federal e Ministério Público Estadual.

O governo deverá apurar possíveis irregularidades no instituto e encaminhar um relatório à Justiça.