Judoca português esquece celular no quimono, deixa cair no meio da luta e é eliminado

Uma cena inusitada marcou as eliminatórias do segundo dia de disputas do Grand Slam de judô de Baku, no Azerbaijão. O português Anri Egutidze, de 23 anos, fazia sua estreia na competição contra o sueco Robin Pacek. A luta durou apenas 13 segundos – e nem teve ippon. O problema foi que Egutidze simplesmente esqueceu o celular dentro do quimono, e, na primeira investida do rival, o aparelho acabou caindo no tatame, durante o combate.