Judiciário em Movimento é apresentado na Câmara de Vereadores de Rondonópolis

Judiciário em Movimento é apresentado na Câmara de Vereadores de Rondonópolis



O diretor do Fórum de Rondonópolis, juiz Francisco Rogério Barros, participou, na quarta (20), da Tribuna da Câmara, no Poder Legislativo do município, para divulgar o projeto Judiciário em Movimento, iniciativa do presidente do Poder Judiciário, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha. Com o projeto, o Tribunal de Justiça levará serviços aos bairros da cidade entre os dias 8 e 13 de abril.

O juiz Francisco Rogério foi convidado para participar da sessão ordinária pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Rondonópolis, presidida pelo vereador Cláudio Antônio de Carvalho, o Cláudio da Farmácia. “Pude expor todo o projeto, o cronograma e pedi apoio dos parlamentares para que a informação chegue à população dos bairros, que será a maior beneficiada com a iniciativa”, afirmou.

Judiciário em Movimento reúne as iniciativas da Escola Itinerante, Jornada de Estudos, Audiências Públicas e de Acesso à Justiça. Também serão oferecidos outros serviços de instituições parceiras. Rondonópolis será a primeira Comarca a receber o projeto.

Além das ações levadas pelo Poder Judiciário, como os atendimentos dos Juizados Especiais (Itinerante – JEI), Volante Ambiental (Juvam) e Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania dos Juizados Especiais Cíveis (Cejusc), a Comarca de Rondonópolis firmou parceria com o município para ofertar serviços, como confecção de documentos, aferição de pressão e corte de cabelos.

“A Prefeitura de Rondonópolis irá disponibilizar quatro unidades de ensino para as atividades e também fornecerá alguns serviços, como cadastro da Assistência Social, aferição de pressão e o laboratório para os exames de DNA para o projeto Pai Presente. Todos os serviços serão prestados sem custos para a população”, destacou o magistrado.

O projeto, a cada dia, será realizado em um bairro da cidade, começando na Praça Brasil, no Centro (8/4), passando pela Vila Mineira (9/4), Parque São Jorge (10/4), Parque Universitário (11/4) e Jardim Liberdade (12/4). “Importante ressaltar que no dia 12 haverá uma audiência pública para discutir o planejamento estratégico 2020. Lá, poderemos ouvir os anseios da sociedade e as propostas de melhoria do acesso à Justiça”, frisou doutor Francisco.

No dia 3 de abril, o magistrado retorna à Câmara de Vereadores para reforçar o convite para que a população participe do projeto. “Os vereadores têm uma boa relação com os presidentes de bairros, um dos multiplicadores dessa divulgação”.