Jovens são acusadas de racismo após xingar funcionário de lanchonete

JoJovens são acusadas de racismo após xingar funcionário de lanchonetevens são acusadas de racismo após xingar funcionário de lanchonete
Reprodução/Twitter

Jovens são acusadas de racismo após xingar funcionário de lanchonete

Um vídeo que mostra duas jovens xingando um funcionário da rede de fast-food Bob’s, em uma região do Rio de Janeiro, causou revolta e indignação nas redes socias nesta terça-feira (2).

Acusadas de racismo, as jovens aparecem dando risadas enquanto filmam o homem fazendo a limpeza do loca e gritam: “Limpa o chão f**ido, lambe o chão, limpa babacão”. Em outro vídeo que também viralizou, uma delas diz, já em casa, que o rapaz era “preto, feio e horroroso”.

O assunto chegou aos Trending Topics do Twitter na manhã deesta terça (2) com a hashtag #FogoNosRacistas e muitos posts denunciando as contas das duas jovens. Outros posts delas ainda davam conta de que ele teria sido demitido após os xingos das duas, mas a empresa negou.

https://twitter.com/Straccioni/status/1112890755402612736

Em nota enviada ao portal da RedeTV!, a lanchonete declarou que “repudia qualquer tipo de discriminação ou assédio e lamenta que cenas como essa” e informou que o funcionário segue trabalhando normalmente no local, que não será divulgado a fim de preservar o colaborador.

“Para preservar sua privacidade, o Bob’s não divulga o local do ocorrido, mas está à disposição para qualquer esclarecimento na apuração dos fatos”, diz o documento.

FUNCIONÁRIO QUERIDO

No Twitter, uma jovem identificada como Bruna Salviano afirmou ser prima do rapaz e disse que ele não quer exposição, segue trabalhando e é um funcionário muito querido. Além disso, segundo ela, todas as medidas cabíveis serão tomadas.

“Gente, o menino do vídeo é meu primo, ele tá ciente dessa repercussão toda… Ele não foi mandado embora, contínua com o emprego dele e por sinal é um funcionário muito querido por lá… Todas as medidas serão tomadas. Não vou passar contato dele pra ninguém, muito menos redes sociais, ele não quer ser exposto, foi um pedido dele……. Mas ele agradece pelo apoio e preocupação de todos”, escreveu ela na rede social.

O portal da RedeTV! tentou contato com a jovem, mas não recebeu retorno até a última atualização deste texto.

https://twitter.com/brunaasalviano/status/1112907512804773888

LADO DA ACUSADA

A jovem de cabelos pretos, que começa os xingamentos, usou o Instagram para tentar explicar o caso e disse que conhece o funcionário há oito anos e foi namorada dele durante seis anos.

“Eu namorei com esse rapaz durante seis anos da minha vida. São seis anos com ele, não foram quatro dias, não foi uma semana. Eu conheço ele há oito anos. Não é qualquer coisinha não. Ele sabe que não sou racista. Ele está ciente disso. O mesmo sabe que eu sempre lutei contra isso. Qualquer coisinha eu já fazia um “auê”. Eu realmente tomei decisões naquele dia que não foram legais, atitudes horríveis. Por isso estou pedindo desculpas a ele, estou pedindo desculpas para quem se ofendeu, para quem está tomando as dores”, disse.

Leia a íntegra da nota do Bob’s:

O Bob’s informa que repudia qualquer tipo de discriminação ou assédio e lamenta que cenas como essa, até hoje, ainda sejam vistas nas relações entre pessoas. O funcionário segue trabalhando normalmente na empresa, sendo inverídicas as declarações de desligamento dele. Para preservar sua privacidade, o Bob’s não divulga o local do ocorrido, mas está à disposição para qualquer esclarecimento na apuração dos fatos.

+ Acessados

Veja Também