Jovem internada há 14 dias faz post dizendo que pneumonia se agravou pelo uso de narguilé e pede orações em MT

Mara Maysa está internada — Foto: Facebook/ Reprodução



Uma jovem de 18 anos está internada há 14 dias, com quadro grave de pneumonia acompanhada de derrame pleural. Ela ficou 10 dias na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Bairro Ipase, em Várzea Grande, e depois foi transferida para o Pronto Socorro de Várzea Grande, para exame de tomografia, que foi feito há três dias.

Mara Maysa Barbosa fez uma publicação nas redes sociais dizendo que ficou com pneumonia por causa do uso de narguilé.

Ao G1, ela contou que começou a usar narguilé aos 14 anos e que o exagero causou uma infecção no pulmão. “Mas comecei a usar frequentemente por volta dos 16 anos. Eu saía bastante à noite e usava todos os dias. Sempre fui aconselhada pelos meus pais que fazia mal”, afirmou.

Mara fez post alertando sobre o uso de narguile — Foto: Facebook/ Reprodução

Mara fez post alertando sobre o uso de narguile — Foto: Facebook/ Reprodução

Ela teve uma crise no dia 17 de dezembro. Além da pneumonia, ela estava com infecção renal. “O médico passou um remédio para infecção, melhorei, mas depois no dia 24 piorei novamente”, explicou.

Entre os dias 24 de dezembro e 1º de janeiro ela perdeu 7 kg, o que causou preocupação na família. Então, procurou ajuda na UPA e um exame de raio-X já apontou que ela estava com água no pulmão.

Mara passou por exame de tomografia — Foto: Facebook/ Reprodução

Mara passou por exame de tomografia — Foto: Facebook/ Reprodução

O exame de tomografia apontou que ela não tem condições de ser submetida a uma cirurgia. E, então, foi colocado outro dreno.

Segundo ela, não há previsão de receber alta e nem de retirada do dreno que está sugando a água do pulmão.

Mara diz sentir muitas dores. “A quantidade de líquido já diminuiu bastante, mas o problema não é mais esse e sim a dor que eu estou sentindo. O médico disse que não é normal sentir essa dor porque na verdade não era para estar sentindo mais nada e sim um leve incômodo”, afirma.

Na postagem, ela diz que o objetivo da publicação é pedir orações.

“Venho pedir de todo meu coração que independentemente de qualquer religião ou crença rezem por mim, porque eu não aguento mais ficar aqui. Quero melhor melhorar logo e ir para casa”, afirma.

Nesta terça-feira (14), ela contou ao G1 que, após a colocação de outro dreno as dores foram amenizadas. “O dreno tinha sido colocado errado, e estava ferindo a parede do pulmão”, contou.