José Medeiros lamenta veto de Dilma aos recursos do fundo de apoio às exportações

josé medeiros lamenta veto de dilma aos recursos do fundo de apoio às exportações

Em pronunciamento, nesta quinta-feira (23), o senador José Medeiros (PPS-MT) lamentou que a presidente Dilma Rousseff tenha vetado os recursos do Fundo de Apoio às Exportações (FEX), parte do orçamento que previa recursos para compensar os estados pelas perdas provocadas pela Lei Kandir em 2014.

José Medeiros explicou que a Lei Kandir determina que produtos destinados à exportação não podem ser tributados pelos estados e prevê compensações aos governos estaduais. Só que o Executivo não tem repassado essa compensação que, apenas para o estado de Mato Grosso chega a R$ 450 milhões.

O senador lamenta também o fato de não haver contrapartida do governo federal para com o Mato Grosso. “Nosso estado ajuda muito o Brasil. Agora, é muito importante que o Brasil possa dar a contrapartida. O Mato Grosso tem feito seu dever de casa, tem produzido conhecimento. É modelo de produtividade de grãos, onde se obtêm os melhores índices e os maiores superávits, contribuindo enormemente com a balança comercial do País”, destacou.

Segundo José Medeiros, o coordenador da bancada mato-grossense, deputado federal Ezequiel Fonseca, está pensando em pedir que o Congresso Nacional rejeite esse veto. “Eu não tenho dúvida de que é necessário o ajuste”, afirmou o senador, frisando que, com a falta desses recursos, o estado sequer pode manter o transporte escolar no meio rural ou fazer a manutenção de pontes.

Aviação de caça – José Medeiros também saudou o dia da aviação de caça, comemorado na quarta-feira, 22 de abril. A data marcou os 69 anos da mais vitoriosa ação do primeiro grupo de aviação de caça brasileiro na Itália, durante a 2ª Guerra Mundial. Nesse dia, os brasileiros destruíram mais de 100 alvos, como pontes, balsas, veículos motorizados e fortificações.

“Mais que expressivos, a qualidade dos números auferidos ao longo aquela jornada conferiu à aviação de caça brasileira o reconhecimento, o respeito e a admiração dos outros povos que ali lutaram lado a lado. Nos dias atuais, cada avião de caça da Força Aérea Brasileira que decola rumo ao cumprimento do seu dever leva consigo o legado que os veteranos nos deixaram”, afirmou o senador.